Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Paulista comemora 130 anos com mega abraço e passeios temáticos

Celebrações seguem até o dia 12 de dezembro; confira imagens e momentos históricos da via

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 dez 2021, 14h56 - Publicado em 5 dez 2021, 14h46

A Avenida Paulista completa 130 anos em 2021 e uma série de atividades ocorre até o dia 12 de dezembro para celebrar a data. Inaugurada em 8 de dezembro de 1891, a via já passou por diversas fases, de reduto de barões do café a centro financeiro e cultural. Desde sua abertura, tornou-se um dos principais cartões-postais da cidade.

Já foi palco de protestos que mudaram os rumos do país, eventos culturais únicos, cenário de produções cinematográficas e muitos outros momentos marcantes para a história de São Paulo.

No domingo (5), acontece um passeio de bicicleta e caminhada, com um abraço simbólico na avenida. A ideia é entrar para o Guinness Book como o maior abraço da história em uma via pública, segundo os organizadores do evento, a Associação Paulista Viva (APV).

LEIA MAIS | “Não admito que a Paulista seja segunda cracolândia de São Paulo”, diz presidente de associação

No sábado do fim de semana seguinte, dia 11, haverá um tour arquitetônico, contando um pouco da história dos principais edifícios da avenida: Instituto Moreira Salles, Conjunto Nacional, Fiesp, Masp, Sesc, Edifício São Luis, Casa das Rosas, Japan House e Edifício Nações Unidas e Cidade Matarazzo. No dia 12, domingo, acontece uma programação preparada pela Secretaria Municipal de Cultura, que ainda será divulgada.

Confira fotos históricas:

 

Ciclovia Paulista com ciclistas e prédios à vista.
Ciclovia Paulista. Leon Rodrigues/Divulgação
Instituto Moreira Salles em construção.
Instituto Moreira Salles. Bruno Fernandes/Divulgação
Vista aérea da Avenida Paulista à noite
Vista aérea da Avenida Paulista. Anderson Santiago/Divulgação
Instituto Pasteur na Avenida Paulista
Instituto pasteur Divulgação/Divulgação
A mansão Matarazzo que ocupava a Avenida Paulista, 1230, nos anos 1990: visão aérea.
A mansão Matarazzo que ocupava a Avenida Paulista, 1230, nos anos 1990: fim de uma era. Antonio Milena/Divulgação
Avenida Paulista, nos anos 70: antes da reforma do escritório Cauduro Martino.
Avenida Paulista, nos anos 70: antes da reforma do escritório Cauduro Martino. Acervo Cauduro Martino/Reprodução
Casarão tombado na Avenida Paulista.
Casarão tombado na Avenida Paulista. Reprodução/Reprodução
Avenida Paulista em 1927
Avenida Paulista em 1927. Reprodução/Reprodução
Continua após a publicidade

02-cegos_credito-eduardo-bernardino.jpeg
Intervenção urbana Cegos na Avenida Paulista 2012. Eduardo Bernardino/Divulgação
Avenida Paulista em 1916: trecho entre as ruas Peixoto Gomide e Pamplona.
Avenida Paulista Mistérios 2247 Acervo Eletropaulo/Reprodução
A Avenida Paulista, em foto de 1895.
A Avenida Paulista, em foto de 1895. Acervo Fundação Energia e Saneamento/Reprodução
Avenida Paulista, em 1902: repleta de árvores na época, serviu de residência para as classes abastadas
Avenida Paulista, em 1902: repleta de árvores na época, serviu de residência para as classes abastadas Guilherme Gaensly/Reprodução
Manifestantes durante ato
Manifestantes durante ato “Vem Pra Rua” na Avenida Paulista em 2016. Léo Pinheiro/Veja SP
Estudantes do Colégio São Luís desfilando na Avenida Paulista durante celebração do Dia do Sagrado Coração de Jesus, em 1943.
Colégio São Luís Avenida Paulista Reprodução/Reprodução
Desfile de 7 de Setembro, em frente ao Masp, na Avenida Paulista, em 1972.
Desfile de 7 de Setembro, em frente ao Masp, na Avenida Paulista, em 1972. Carlos Namba/Reprodução
Avenida Paulista, em 1974: instalação dos totens verticais.
Avenida Paulista, em 1974: instalação dos totens verticais. Acervo Cauduro Martino/Reprodução
Manifestantes carregam bandeira do orgulho gay na Avenida Paulista no início da 12ª Caminhada Lésbica, em 2014.
Manifestantes carregam bandeira do orgulho gay na Avenida Paulista no início da 12ª Caminhada Lésbica, em 2014. Luisa Coelho/Divulgação
Frase de Felipe Morozini estampada em placa da avenida Paulista.
Frases de Felipe Morozini foram estampadaa na Paulista. Felipe Morozini para Persol/Divulgação
Corso de imigrantes durante o carnaval da Avenida Paulista na década de 1910.
Imigrantes durante o carnaval da Avenida Paulista na década de 1910. Reprodução/Veja SP

 

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Continua após a publicidade

Publicidade