Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Os brasileiros “mais mais” da revista “Wallpaper”

A renomada revista britânica “Wallpaper” está para lançar sua edição de número 150, em que comemora também seus quinze anos de existência. Por conta disso, elaborou uma lista de personalidades que se destacaram ao longo da última década e meia em áreas variadas — da gastronomia ao design. Foram escolhidos 150 nomes, dentre os quais […]

Por Ricky Hiraoka - Atualizado em 27 fev 2017, 13h06 - Publicado em 18 ago 2011, 17h50

A renomada revista britânica “Wallpaper” está para lançar sua edição de número 150, em que comemora também seus quinze anos de existência. Por conta disso, elaborou uma lista de personalidades que se destacaram ao longo da última década e meia em áreas variadas — da gastronomia ao design.

Foram escolhidos 150 nomes, dentre os quais nove brasileiros. Cinco deles comentam a escolha a seguir (também estão na lista arquitetos Paulo Jacobsen, Thiago Bernardes, Fernando e Humberto Campana).

Alex Atala, chef: “Não fico só feliz por mim, mas também pelo Brasil, que é o sujeito do meu trabalho. O país é muito carismático e com grande potencial gastronômico. Isso pode influenciar uma geração de cozinheiros que vem por aí. Meu diferencial nesse mundo gastronômico é trabalhar com ingredientes brasileiros, entregar sabores novos. Quero mais que eles, os estrangeiros, conheçam novos sabores.”
Isay Weinfeld, arquiteto: “Sem querer desmerecer, não é uma coisa tão importante assim. É legal, mas não vai mudar minha vida. Se eu não estivesse na lista, minha vida continuaria igual. Fico muito honrado, muito feliz, muito tudo. Mas não estou começando hoje meu trabalho. Estou há quarenta anos fazendo isso. A “Wallpaper” sempre me prestigiou e faço um trabalho que merece estar na revista. É bom que eu seja citado, mas a gente não pode ter uma postura caipira. Se meu trabalho está na revista, sem nenhuma pretensão, deve ser bom para eles também. Não desmereço de forma nenhuma. Mas é só uma lista.”
Rogério Fasano, restaurateur: “Estou super, hiperorgulhoso de estar nessa lista. É muito bacana para o Brasil. Afinal a revista é inglesa e isso mostra que nosso país está sendo observado. Não sei explicar por que entrei. Sei que ralei muito e minha vida não foi só trufa (risos). Por isso devo estar lá. Meu maior orgulho é o Fasano ser uma marca centenária e estar numa revista que tem a modernidade em seu DNA.  O que é mais legal é que não é uma lista do último ano. Consolida a solidez de um trabalho.”
Marcio Kogan, arquiteto: “Nem sabia dessa lista. Estou em estado de choque.  Sou fã da revista e já ganhei o prêmio anual deles.  Fico bem feliz com isso. Parece declaração de miss, né? (risos). É um trabalho de toda uma carreira, feita com muita calma e delicadeza. A gente vai tentando ser cada dia melhor, vivo nessa luta. Acho que estou colhendo o fruto dessa incessante procura pelo progresso. Em nível internacional, o escritório é poderoso. Cerca de 50% dos trabalhos que fazemos são de fora do Brasil. As pessoas aqui nem sabem disso.”

Gustavo Filgueiras, empresário: “É um privilégio estar nessa lista. O Hotel Emiliano tem uma história de apenas dez anos e já mudamos a referência de luxo em São Paulo. Servimos de inspiração para o mercado hoteleiro. Somos inovadores, lançamos coisas novas e cumprimos nosso papel de referência. Essa eleição foi muito gratificante pela nossa história.”
Publicidade