Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Projeto leva pessoas a uma viagem por meio de videochamadas

Os passeios do Viajar de Casa são conduzidas por um anfitrião local dentro da própria casa e traduzidas para o português

Por Humberto Abdo - Atualizado em 22 Maio 2020, 17h31 - Publicado em 22 Maio 2020, 06h00

A viagem começa ao fechar os olhos. Com as referências que têm, os visitantes imaginam o local, os costumes e as pessoas. Quando percebem, já estão com um mestre tecelão do Uzbequistão que prepara pratos típicos com sua família e fala sobre a cultura do país. No novo projeto Viajar de Casa (www.viajardecasa.com), do fotógrafo Alexandre Disaro, 33, grupos de até quinze pessoas fazem visitas internacionais em videochamadas, conduzidas por um anfitrião local dentro da própria casa e traduzidas para o português por Disaro. “Faço uma contextualização histórica e descrevo o percurso que seria feito ao sair do aeroporto.” Cada viagem dura de duas a três horas e custa 150 reais por pessoa. Disaro planeja novas sessões para 23 e 31 de maio e, em breve, deve lançar visitas ao Japão e Marrocos, sempre com algum morador que conheceu presencialmente em suas viagens reais. “A ideia surgiu da minha vontade de retribuir a tanta gente que me ensinou sobre sua cultura e sua vida.”

Viagem virtual leva a moradores do Uzbequistão Alexandre Disaro/Divulgação
Viagem virtual leva a moradores do Uzbequistão Alexandre Disaro/Divulgação

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 27 de maio de 2020, edição nº 2688.

Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicidade