Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Ecad cobra 150 000 reais em taxas do Hotel Maksoud Plaza

Processo na Justiça afirma que hotel distribuiu sinal de TV a cabo em seus 416 apartamentos sem pagar o órgão

Por Sérgio Quintella Atualizado em 9 abr 2021, 02h37 - Publicado em 9 abr 2021, 06h00

Com mais de 120 milhões de reais em dívidas, o Hotel Maksoud Plaza foi acionado recentemente na Justiça pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad). Motivo: entre agosto de 2018 e novembro de 2019, o local, que já foi um dos mais famosos do ramo hoteleiro da cidade, distribuiu sinal de TV a cabo em seus 416 aparta- mentos sem pagar a mais por isso. Além disso, a empresa teria realizado eventos musicais, como o Maksoud Fitness Day By Night, sem recolher as devidas custas ao órgão. Agora, a conta chegou e está beirando os 150 000 reais. No processo, a HM Hotéis e Turismo S/A afirma que o valor devido é menor, de cerca de 120 000 reais, mas que deve ser cobrado no âmbito da recuperação judicial, iniciada em setembro do ano passado, não agora. Procurado pela Vejinha, o hotel não quis comentar o caso.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Publicado em VEJA São Paulo de 14 de abril de 2021, edição nº 2733

Publicidade