Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Dona da voz do metrô de SP vive no litoral e conta truque de gravação

Atual voz usada nos avisos sonoros do metrô, a radialista Juliana Veiga passou por etapas de seleção e foi escolhida pelo timbre mais grave

Por Humberto Abdo Atualizado em 16 abr 2021, 01h46 - Publicado em 16 abr 2021, 06h00

Horas de gravações e preparo vocal envolvem o trabalho da radialista Juliana Veiga, 42, atual dona da voz usada nos avisos sonoros do metrô de São Paulo. A paulistana foi escolhida em 2019 pelo timbre grave e mais maduro que o das concorrentes.

“As vozes passaram por etapas de teste, com funcionários ouvindo as preferências de passageiros”, conta. “Quem acompanha minha trajetória me reconheceu na hora. Já fiz grandes campanhas, como a do slogan ‘Rexona não te abandona’, mas esse é meu maior trabalho. São cerca de 4 milhões de pessoas circulando diariamente.”

Outro projeto inusitado foi um comercial de leite de soja. “Eu tinha de interpretar a voz de uma macaquinha e ficamos seis horas gravando duas frases! Até que falei ‘não aguento mais’ e no final o cliente escolheu a terceira versão.”

Hoje ela mora no Litoral Norte, onde produz um podcast e outros produtos para o metrô em um estúdio caseiro. “É um negócio muito roots, mas funcional. Fico de costas para o armário aberto, porque as roupas abafam o som, e só com isso acham que estou em um estúdio profissional.”

+Assine a Vejinha a partir de 8,90

Continua após a publicidade
Publicidade