Clique e assine por apenas 6,90/mês
O Sexo e A Cidade Por Blog Histórias, novidades e estratégias dos empresários do mercado erótico em São Paulo

Sex shop oferece álcool em gel de brinde em compras

Dono da Loja do Prazer também percebeu um aumento de 40% nas vendas de masturbadores e vibradores durante a quarentena

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 24 mar 2020, 19h44 - Publicado em 24 mar 2020, 19h25

A promoção começou a valer nesta terça (24): “Nas compras acima de 99 reais, ganhe um álcool em gel”, anuncia a Loja do Prazer, a maior sex shop online da América Latina. “Precisava incrementar as vendas que despencaram 50% durante o período da quarentena. Só não caiu mais porque houve um aumento expressivo nos pedidos de outros produtos”, diz Fabio Alves Moreira, 43, o dono do negócio.

Se antes os itens mais clicados na loja eram as lingeries e os cosméticos sensuais (como os lubrificantes), após a chegada do coronavírus o destaque migrou para os limpadores de sex toys. “São bactericidas e a procura por eles aumentou 1 000%”, diz Fabio. Outro destaque, os masturbadores e vibradores, que tiveram um aumento de 40% na demanda. “Acho que por causa do isolamento, os solteiros estão recorrendo aos brinquedos para se distrair”, acredita.

A ideia de promoção surgiu depois de uma conversa com uma amiga do empresário, Fernanda Prado, dona da Harmony, fábrica de cosméticos sensuais. “Ela disse que a demanda por lubrificantes diminuiu bastante e, para não fechar a empresa, começou a fabricar álcool em gel. Fizemos então uma parceria”, conta.

Moreira até cogitou vender o “ouro dos tempos da quarentena” no site da loja, mas desistiu. “Certamente, haveria um espertinho que compraria centenas de unidades e ainda ia reclamar esse direito, citando o código de defesa do consumidor.” Mais de 2 000 frascos de 38ml cada já chegaram ao estoque da loja, que se mudou do Jabaquara para Salto, em janeiro. “O interior é mais barato e com mais acessos a estradas.”

Continua após a publicidade

No início do ano, o empresário comprou a loja virtual de Daniel Passos, que criou a marca em 1999. Moreira era consumidor do site e se tornou amigo de Passos em uma feira do mercado erótico há quase dez anos. “Ele estava cansado, queria vender o negócio e, como investidor, achei uma excelente oportunidade”, diz o novo proprietário. Em tempo: antes, Moreira era dono de uma loja de brinquedos. “Sigo no mundo da diversão”, brinca.

 

Publicidade