Clique e assine com até 89% de desconto
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Sem dinheiro para visitar a Disney, pai encontra solução criativa

"A minha filha queria ir para o Walt Disney World, mas, já que a viagem é muito cara, nós fizemos o que podíamos", explicou em vídeo publicado no YouTube

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 7 jul 2017, 18h08 - Publicado em 7 jul 2017, 18h04

Viagens para o Walt Disney World Resort, em Orlando, ou para a Disneyland, na Califórnia, são um luxo e privilégio que poucas famílias podem usufruir. Mesmo com as dificuldades financeiras, um paizão tentou reproduzir a emoção e aventura dos parques temáticos para sua filha pequena usando apenas um balde, um vídeo no YouTube e a força dos seus braços — e está conquistando pessoas do mundo inteiro com sua criatividade.

Na terça (4), o usuário do YouTube @KentuckyFriedIdiot publicou um vídeo que está chamando atenção na internet . Com o nome “Montanha-Russa para Pobres”, o vídeo já acumula mais de 220 000 visualizações em poucos dias — e foi compartilhado em diversas redes sociais, atingindo milhões de usuários.

No registro, a filha do rapaz é colocada dentro de um balde, na frente de uma televisão, onde um vídeo “ponto de vista” de uma atração radical está tocando. Conforme a montanha-russa sobe e desce, o papai faz os movimentos com os braços para cima e para baixo. Assista: 

Na descrição do vídeo, o rapaz explicou a situação: “A minha filha queria ir para o Walt Disney World, mas, já que a viagem é muito cara, fizemos o que podíamos“. E deu certo, já que a criança parece se divertir como nunca com a brincadeira pra lá de cansativa.

Nos comentários, internautas elogiaram a iniciativa do paizão: “Você é um pai incrível e ela crescerá sabendo isso, indo no Walt Disney World ou não. Amei esse vídeo!“, comentou uma jovem. “Uma pessoa pode estar falida mas ainda sim ser muito rica. Pelo o que eu posso ver desse vídeo, essas pessoas são ricas do que realmente importa na vida. Excelente trabalho, papai!“, escreveu um rapaz.

  • Dê sua opinião: E você, o que achou da bonita história de cumplicidade? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

    Continua após a publicidade
    Publicidade