Clique e assine por apenas 5,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Juliano Cazarré se defende de acusações de machismo

Ator provocou polêmica com vídeo postado no domingo (3)

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 5 fev 2020, 13h40 - Publicado em 4 nov 2019, 17h42

Juliano Cazarré dividiu opiniões com um post no domingo (3). No Instagram, o ator publicou um vídeo em que mostrava um gorila protegendo sua família e na legenda escreveu: “Masculinidade é uma construção social, só que não! Prover e proteger, a masculinidade faz do mundo um lugar mais seguro”.

A postagem provocou polêmica nas redes sociais, entre mensagens de apoio e acusações de machismo, ele chegou a responder algumas críticas de seus seguidores. Nesta segunda-feira (4), ele voltou a falar sobre o assunto, defendendo sua atitude.

View this post on Instagram

Fiz um post de um gorila protegendo sua família e me chamaram de machista, fascista e taxidermista. Uma turma começou a me atacar e o bagulho foi parar na internet e no Twitter. Ouvi dizer que até o Fefito falou mal de mim no Morning Show. (Depois fui ver o vídeo e tudo que ele fala sobre o grande número de mães que criam filhos sozinhas apenas corrobora o que eu disse. Tá faltando homem e sobrando moleque.) Imediatamente apareceram milhares de pessoas com bom senso mandando comentários de apoio. Meu número de seguidores aumentou. Isso só prova que muitas pessoas concordam e estão ansiosas em ouvir o óbvio. HOMENS: CUIDEM DE SUAS FAMÍLIAS. SEJAM PAIS LEGAIS E PRESENTES. Obrigado, gorila. Grande dia. 🦍

A post shared by Juliano Cazarré (@cazarre) on

Continua após a publicidade

Me chamaram de machista fascista… Imediatamente apareceram milhares de pessoas com bom senso mandando comentários de apoio. Meu número de seguidores aumentou. Isso só prova que muitas pessoas concordam e estão ansiosas em ouvir o óbvio”, escreveu ele, que em seguida mandou um recado aos homens: “Cuidem de suas famílias, sejam pais legais e presentes”.

Novamente, sua opinião dividiu os seguidores: “Além do machismo, há também o preconceito, pois na fala tira também a capacidade de mulheres homoafetivas de criarem uma criança”, escreveu um usuário. Outros aprovaram a fala do ator: “parabéns pela lucidez”, e “um homem de valor protetor da família”, disseram alguns dos que concordaram com Cazarré.

+ OUÇA O PODCAST Jornada da Calma: Como começar bem o dia

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade