Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Fernanda Gentil faz homenagem emocionante à Ivete

"Não tinha ninguém olhando o mar, pois do outro lado passava Ivete", escreveu a jornalista a respeito do Carnaval

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 3 mar 2019, 16h35 - Publicado em 3 mar 2019, 16h32

A jornalista Fernanda Gentil passou o Carnaval em Salvador pela primeira vez. Segundo um relato no Instagram, muitas coisas impressionaram a foliã de primeira viagem: varandas e sacadas ocupadas, cartazes com frases de amor… Mas se teve uma pessoa que encantou Fernanda foi Ivete Sangalo, que retornou às ruas da festa neste ano, após passar o último Carnaval cuidando das filhas gêmeas, recém-nascidas no período.

Passamos pela praia. Mas não tinha ninguém olhando o mar, pois do outro lado passava Ivete…”, escreveu. “O mar perdeu pra Ivete”. A jornalista ainda agradeceu a cantora pela energia e elogiou seu talento e generosidade.

Confira o emocionante depoimento na íntegra:

View this post on Instagram

Primeira vez no carnaval em salvador. Primeira vez que vejo prédios com todas as varandas ocupadas. E todas as varandas com cartazes. E todos os cartazes com frases de amor. Onde tivesse um respiro de espaço, ele estava sufocado de presença. Nenhuma sacada vazia. Nenhuma funcionária trabalhando – e os patrões que perdoem, porque também estavam no trio. Passamos pela praia. Mas não tinha ninguem olhando o mar, pois do outro lado passava Ivete… o mar perdeu pra Ivete. Priscila vem aqui há 18 anos e me trouxe agora pela primeira vez. Gabriel tem três anos e já tem um carnaval de salvador no currículo. Mas não é um carnaval em Salvador. É uma carga de energia! Na mudança do ano e na minha mudança profissional, procurei várias formas de me reenergizar. Acabei de encontrar, talvez, a melhor delas. Nao que eu nao conhecesse o efeito-Ivete. Assim como o amor-Ivete. Talento-Ivete, ou fenômeno-Ivete. Mas é que ver Ivete, de perto, depois de um ano, voltando a fazer o que ela nasceu para fazer, é diferente. Obrigada, Ivete. Talvez você não tenha ideia do seu tamanho porque quando estamos no olho do furacão só vemos o que tá perto da gente. Mas de cima do trio você vê uma criança com síndrome de down e manda parar. Você interrompe pra receber um buquê. Para atender a imprensa. Pra acalmar os ânimos e apaziguar a briga lá embaixo. A verdade é que a multidão quer ver você passar…. mas você para multidões. E depois move de novo. E em seguida faz pular igual pipoca…. olha, uma coisa é certa: qualquer movimento que você fizer, a gente vai com você. Porque você é muito do que estamos precisando hoje em dia.

A post shared by Fernanda Gentil (@gentilfernanda) on

Continua após a publicidade
Publicidade