Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Conheça o novo golpe do WhatsApp, que promete mostrar quem visitou o seu perfil

Nós sabemos que você quer saber quem visitou seu perfil no WhatsApp ou no Facebook. Pois bem: se você receber um convite que promete exatamente isso pelo aplicativo gratuito de mensagens, corra para as montanhas: é apenas mais um dos vírus disseminados pela rede social recentemente, alerta a Kaspersky Lab, uma empresa russa produtora de softwares […]

Por VEJASP Atualizado em 26 fev 2017, 11h24 - Publicado em 23 jun 2016, 17h49

ABRE02

Nós sabemos que você quer saber quem visitou seu perfil no WhatsApp ou no Facebook. Pois bem: se você receber um convite que promete exatamente isso pelo aplicativo gratuito de mensagens, corra para as montanhas: é apenas mais um dos vírus disseminados pela rede social recentemente, alerta a Kaspersky Lab, uma empresa russa produtora de softwares de segurança.

+ Aos 27 anos, ex-atriz mirim de Pequenos Espiões está grávida do primeiro filho
+ Inspirado em Toy Story, hotel da Disney é perfeito para crianças dos anos 1990

De acordo com os especialistas, o novo vírus usa a mesma técnica de engenharia social presente nas já conhecidas campanhas maliciosas disseminadas pelo aplicativo. No entanto, a isca deste novo golpe é a “ativação” de um recurso que permite que o usuário saiba que visitou seu perfil. A vítima recebe uma mensagem, encaminhada por algum de seus contatos, com o texto “quem visitou o seu perfil do WhatsApp?”, ou ainda “sabe quem xeretou seu perfil?” — a alternativa não existe no programa de mensagens, mas a curiosidade já é conhecida de quem usa o Facebook.

001

Continua após a publicidade

Se o usuário clicar no link suspeito, ele será redirecionado para um site que oferece um falso recurso, além de cobrar o compartilhamento da fraude entre outros dez amigos — ou três grupos. Após o compartilhamento, a vítima acaba sendo direcionada para diversos sites de propaganda, mas nenhum deles com o recurso prometido pela mensagem maliciosa. As ofertas apresentadas para quem cai nesse golpe do WhatsApp vão desde conteúdos premium até oportunidades de crédito.

a

Caso você faça o cadastro numa dessas propagandas enganosas, o serviço será cobrado na fatura do seu cartão de crédito — e é assim que cibercriminosos ganham dinheiro. “Essas campanhas maliciosas estão usando a popularidade do WhatsApp para promover serviços pagos. Essa engenharia social serve para enganar as vítimas para que elas assinem estes conteúdos“, explica Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab no País.

Só no Brasil, o WhatsApp conta com mais de 100 milhões de usuários. Recentemente, o aplicativo de mensagens, que faz parte do mesmo grupo do Facebook, anunciou diversos recursos em fase de teste para uma nova versão — mas ainda não é possível saber quem visitou o seu perfil, ou visualizou a sua foto.

Dê sua opinião: E você, já foi vítima de algum golpe disseminado pelo Facebook? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade