Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Áudio suspeito vaza durante comissão do impeachment e provoca constrangimento entre senadores

Miguel Reale Jr. e Janaina Paschoal, dois dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, estiveram no senado nesta quinta (28) para discutir o afastamento da presidente — mas, apesar do foco nos discursos realizados pela dupla, um momento constrangedor acabou roubando a cena durante a reunião. + Jô Soares se emociona ao falar de José de Abreu e Chico […]

Por Tatiane Rosset Atualizado em 26 fev 2017, 12h12 - Publicado em 29 abr 2016, 12h59

ABRE

Miguel Reale Jr. Janaina Paschoal, dois dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, estiveram no senado nesta quinta (28) para discutir o afastamento da presidente — mas, apesar do foco nos discursos realizados pela dupla, um momento constrangedor acabou roubando a cena durante a reunião.

+ Jô Soares se emociona ao falar de José de Abreu e Chico Buarque; assista
+ Um dos homens mais fortes do mundo, ator de Game of Thrones revela dieta

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB) analisava o pedido quando um áudio suspeito vazou do celular de algum dos políticos presentes na sessão. Claramente constrangido, o parlamentar pediu para que os segundos perdidos em virtude do barulho: “Peço que desconte do meu tempo o choro do bebê“, disse — o problema é que, talvez, o som não era exatamente de um bebê. Assista: 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=Bs13D9pmnfI?feature=oembed&w=500&h=281%5D

Sim, caro leitor — é possível que o áudio ouvido pelos senadores seja, na verdade, de um gemido. Quem usa o WhatsApp sabe que conteúdos pornográficos acabam sendo espalhados pelas redes usando links falsos encurtados (ou até vídeos). Na internet, é claro, o momento não passou batido. Confira os melhores comentários: 

Dê sua opinião: E você, acha que o áudio é realmente de um bebê ou algo mais… indecente? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade