Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Série What If…? apresenta as infinitas possibilidades na Marvel

Série animada se apropria da expansão de seu universo de heróis para criar novas histórias

Por Barbara Demerov Atualizado em 26 ago 2021, 18h50 - Publicado em 27 ago 2021, 06h00

Em 2021, a Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel, já em andamento com histórias para os fãs de quadrinhos, entregou boas séries de TV que expandem o leque de ações e personagens, e focam em produções que saem no streaming Disney+. WandaVision, Falcão e o Soldado Invernal e Loki, além de boas opções de entretenimento, ganharam o papel de liderar a nova fase até aqui, ao lado de filmes como Viúva Negra e Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis (que estreia em 2 de setembro nos cinemas brasileiros).

+Entrevista com David Harbour sobre Viúva Negra, disponível no Disney+

E, para seguir rumos ainda mais intrigantes, até uma série animada tem o poder de ditar novas perspectivas sobre heróis já conhecidos. What If…? transporta o público para realidades alternativas, incitando a pergunta do título (“E se…?”) a todo instante. Com episódios semanais, a série possui um caráter mais divertido devido ao estilo da animação, assim como o uso de cores e piadas no roteiro. Mas é interessante notar como a Marvel se dedica a entregar pelo menos uma parcela da mesma emoção vista nos filmes para a tela grande.

No primeiro episódio, vemos Peggy Carter, par romântico do Capitão América, tomar o posto do grande herói. Nessa realidade, foi ela quem tomou o soro do supersoldado, enquanto Rogers se manteve franzino e sem nenhum poder especial.

Já o segundo episódio possui um tom mais emotivo ao apresentar um Pantera Negra diferente e viajante no lugar do Senhor das Estrelas. Visto que o ator Chadwick Boseman faleceu no ano passado em decorrência de um câncer, um episódio focado inteiramente em T’Challa soa como uma bela homenagem. Os episódios de What If…?, com cerca de meia hora cada um, são lançados às quartas no catálogo. Ao todo, serão nove, com a conclusão da temporada em 6 de outubro.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 1° de setembro de 2021, edição nº 2753

  • Continua após a publicidade
    Publicidade