Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Barbara Demerov Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Insânia: Carol Castro protagoniza série brasileira de terror criminal

Em entrevista à Vejinha, a protagonista diz que sempre quis fazer um papel como esse: "Dei tudo de mim"

Por Barbara Demerov Atualizado em 25 nov 2021, 12h22 - Publicado em 26 nov 2021, 06h00

Insânia, nova série brasileira do Star+, estreia na plataforma em 3 de dezembro. Carol Castro é a protagonista Paula, renomada antropóloga forense que é internada em uma clínica psiquiátrica após uma tragédia familiar.

O clima de conspiração cresce a cada episódio, assim como o peso dos crimes assustadores executados por uma pessoa desconhecida. O visual da produção dá bastante atenção ao que há de mais atroz no gênero de terror.

À Vejinha, Carol afirma que sempre esperou por um papel como esse. “Eu queria interpretar alguém com muitas camadas e mostrar lados que nunca tive oportunidade de mostrar na tela. Queria um desafio. E, quando a oportunidade do teste surgiu, eu já estava em São Paulo. Após finalizar o dia no set de um filme em que estava trabalhando, fui direto para lá. Dei tudo de mim no sentido emotivo, pois a Paula é uma mãe à procura de sua filha.”

Carol relembra que fez aula de tiros e fez questão de conhecer peritas e mulheres do universo forense. “Também achava importante conhecer um local real de crime, mas não foi nada fácil. No dia em que isso aconteceu, minha parceira de cena, Rafaela Mandelli (intérprete de Camila) foi junto comigo. Foi importante irmos juntas porque isso nos uniu mais enquanto pessoas e personagens”, afirma.

A atriz, fã do gênero criminal, comemora o fato de as mulheres serem protagonistas de uma série que se passa no universo policial, ainda muito masculinizado. Além disso, Carol espera que uma segunda temporada de Insânia seja encomendada no futuro. “Como espectadora, assim que os episódios acabaram, eu pensei: : ‘Como assim? Quero mais!’ ”, brinca.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 01 de dezembro de 2021, edição nº 2766

Continua após a publicidade

Publicidade