Clique e assine por apenas 6,90/mês
A Tal Felicidade Saúde, bem estar e alegria para os paulistanos

Escutar a intuição, com Xenia França

A artista fala sobre o desafio de baixar a guarda e se abrir para as sutilezas, mesmo em cima do palco

Por Helena Galante - Atualizado em 31 jul 2020, 13h21 - Publicado em 20 jul 2020, 00h28

Pensar em alguém e no instante seguinte receber uma mensagem dessa pessoa. Comentar com alguém sobre um assunto e coincidentemente abrir um livro num trecho que fala do mesmo assunto. Já aconteceu com você? Pois foi no caminho de estudo das sincronicidades que a cantora Xenia França passou a expandir sua forma de ver as coisas. Convidada de Helena Galante para o episódio #58 do podcast Jornada da Calma, ela fala sobre sua relação com o que ultrapassa o sentido da visão. “Sempre fui bastante existencialista. A música me traz respostas para coisas que eu não consigo explicar, para sentimentos que não têm nome.”

Xenia relembra a mudança da Bahia para São Paulo e como sempre esteve atenta às armadilhas do ego. “Nosso desafio é estar na cidade, sendo garotas jovens em busca do que a gente quer, entre ambições e expectativas e ainda lembrar que não é só isso, não estamos só presos nessa caixa”, afirma. Mesmo em cima do palco, porém, ela consegue baixar a guarda (ou baixar a bola, como diz sua mãe) para alcançar um estado de presença e conexão: “Se a gente estiver realmente aberto para as sutilezas, elas podem acontecer em qualquer lugar.”

Publicidade