Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
macarinbs.jpeg Delícia de Conta Por Comidinhas Dicas de comidinhas com bom custo-benefício e notas sobre promoções que agradam tanto o paladar quanto a carteira

Comida mineira a preços camaradas, uai

Não se engane: o Casinha Mineira está longe de se resumir a uma casinha. Depois de dezesseis anos na Vila Olímpia, o restaurante comandado pela família de Maria Inês Horta, natural de Passos, mudou-se para um amplo sobrado na Bela Vista. O diminutivo também não se aplica ao cardápio, repleto de especialidades da região. Para […]

Por Sophia Braun Atualizado em 26 fev 2017, 23h03 - Publicado em 9 jan 2014, 18h03
Pastel de carne-seca: 15 reais a porção (Fotos: Sophia Braun)

Pastel de carne-seca: 15 reais a porção (Fotos: Sophia Braun)

Não se engane: o Casinha Mineira está longe de se resumir a uma casinha. Depois de dezesseis anos na Vila Olímpia, o restaurante comandado pela família de Maria Inês Horta, natural de Passos, mudou-se para um amplo sobrado na Bela Vista. O diminutivo também não se aplica ao cardápio, repleto de especialidades da região.

Para abrir o apetite, há porção de torresmo, linguiça acebolada e pastel de angu (15 reais cada uma). Eu provei a versão da massa frita recheada de carne-seca (12,30 reais; oito unidades) temperada e o bolinho de arroz com queijo (10 reais; oito unidades), que estava muito empapado na data da visita  [17/12/2013]. Em uma próxima vez, vou experimentar o pão de queijo com pernil, servido apenas aos sábados.

O preço dos pratos principais varia entre 16,40 reais e 32,80 reais. No extremo mais barato, o mexe-mexe mineiro consiste em arroz, feijão, carne moída, farinha e ovo frito misturados. Entre as opções mais caras aparecem clássicos como lombo assado na panela (32,30 reais) e arroz de carreteiro (32 reais), incrementado por linguiça, carne-seca, torresmo, salsinha e cebolinha.

Costelinha

Costelinha à moda mineira: guarnecida de arroz, tutu, linguiça e couve

Apesar de os garçons sugerirem que as porções são individuais, eu dividi em dois a costelinha suína guarnecida de arroz, tutu de feijão, linguiça e couve refogada (28 reais) e fiquei satisfeita. Quem tiver apetite de leão, por sua vez, pode pedir alguns acompanhamentos em vez de um segundo prato. A travessa de arroz, por exemplo, sai por 4,50 reais. Já a banana à milanesa custa 2,50 reais (a unidade).

Qualquer que seja a sua escolha, não deixe de solicitar a seleção de pimentas feitas lá mesmo. A batizada de especial da casinha leva as variedades cumari, dedo-de-moça e bode em conserva de cachaça mais azeite e alho. O molho à base de cumari, alho, cebola, tomate, cachaça, azeite e vinagre de vinho também é uma delícia.

Continua após a publicidade

Em resumo: de “inho”, mesmo, só os precinhos camaradas. Ainda bem.

Fique ligado: o restaurante só abre no almoço [segunda a sexta, das 11h3 às 15h; sábado, do 12h às 16h; fecha aos domingos].

S.B.

+ Mais sugestões bacanas para almoçar ou jantar

+ Outras casas que dedicam o cardápio à culinária mineira

+ Para armar o boteco: coraçãozinho de galinha empanado

+ Restaurante em Pinheiros é especializado em escondidinho

Continua após a publicidade

Publicidade