Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Bichos Tudo sobre o mundo pet

Groomers: os profissionais de banho e tosa especializados em estética pet

Unhas aparadas, orelhas limpas e dentes escovados também estão no pacote do serviço, que tem benefícios em relação ao atendimento comum

Por Fernanda Campos Almeida Atualizado em 2 set 2021, 23h21 - Publicado em 3 set 2021, 06h00

Apesar de groomer ser apenas a palavra inglesa para “tosador”, no Brasil a função se refere a profissionais que dominam diferentes técnicas de banho e tosa e que atendem a uma maior variedade de raças para o cotidiano ou competições.

O procedimento não é padronizado: são usados produtos que respeitam a cor e o tamanho dos pelos e o tipo de pele dos animais. “Diagnosticamos se estão ressecados, oleosos, se precisam de tonalização, hidratação. Não tem como fazer uma boa tosa sem um banho excelente antes”, explica o groomer Luiz Renato, 38, dono do Grooming Care. Na hora do corte, o tosador esculpe a pelagem com máquina, tesoura, faca e até pedra vulcânica, dependendo da forma corporal do pet. A finalização geralmente inclui sprays e adereços. Segundo Renato, um dos benefícios do serviço é que não causa alergias em alguns cães com a pele sensível, principalmente terriers, como ocorre com tosas inadequadas.

Luiz Renato segurando um cachorro que ele acabou de estilizar o pelo. o cachorro, em cima da mesa, tem mais pelo perto das extremidades das patas e o pelo das orelhas está grande
Os groomers Luiz Renato e William Galharde (abaixo) com suas criações João Victor Marques/Divulgação
william galharde posando para a foto com carão e segurando no ar com os braços esticados um cachorro que ele acabou de estilizar. o cachorro está com bastante pelo pelo corpo, mas está organizadinho, e está com um laço na testa e colares no pescoço. os pelos que saem da cabeça do cachorro estão trançados e de cores mais escuras que do resto do pelo
Divulgação/Divulgação

O banho custa de 50 a 200 reais e a tosa, de 160 a 500 reais. Unhas aparadas, orelhas limpas e dentes escovados também estão no pacote do serviço. A regalia não é apenas para animais de raça e inclui gatos. De acordo com William Galharde, 36, da Galharde Academy, cachorros sem raça definida (SRD) — muitos adotados durante a pandemia — são o quarto grupo mais frequente no salão. Já para os felinos, o recomendado é que sejam atendidos em dias e horários de pouco movimento, para evitar stress. “Banhos feitos em casa, sem medir a temperatura da água ou da secagem, são muito mais estressantes do que em centros de estética”, afirma Salua Cataneo, médica veterinária e gerente de produtos da Pet Society. “É importante verificar se os profissionais do local são capacitados e se usam produtos veterinários, porque possuem pH diferente do de cosméticos feitos para humanos.”

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 8 de setembro de 2021, edição nº 2754

  • Continua após a publicidade
    Publicidade