Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Bichos Tudo sobre o mundo pet

A época dos dentuços

Em vez de apostar no habitual ovo de Páscoa, você está cogitando presentear com um coelhinho de verdade? Trata-se de uma boa ideia, contanto que você tenha em mente algumas informações muito importantes. Animal é ser vivo, ou seja, come, faz xixi, fica doente. O dentuço vive, em média, de 6 a 10 anos. É […]

Por Carolina Giovanelli Atualizado em 27 fev 2017, 11h09 - Publicado em 29 mar 2013, 12h46

Em vez de apostar no habitual ovo de Páscoa, você está cogitando presentear com um coelhinho de verdade? Trata-se de uma boa ideia, contanto que você tenha em mente algumas informações muito importantes. Animal é ser vivo, ou seja, come, faz xixi, fica doente. O dentuço vive, em média, de 6 a 10 anos.

É necessário ter certeza absoluta da vontade da pessoa que receberá o presente de cuidar de um animal de estimação por tanto tempo. Afinal, ela não poderá ir à loja no dia seguinte para trocar por alguma outra mercadoria. “Logo após a Páscoa, é comum que a gente receba várias pessoas querendo se desfazer dos coelhos que ganharam”, explica o veterinário especializado em animais exóticos e silvestres Rodrigo Ferreira, da clínica Exoticare, em Perdizes.

Tendo em mente todos esses fatores, é bom conhecer também o pacote básico para cuidar de um deles em casa. O doutor Ferreira dá dicas do que você vai precisar:

– Uma gaiola, forrada com aparas de madeira, granulado de pinus ou granulado de celulose

Continua após a publicidade

– Brinquedos de madeira para distraí-lo de outros objetos da casa que possa roer

– Feno, capim fresco e muitas verduras de cores escuras. Além disso, são liberados legumes e frutas de forma moderada, incluindo aí a famosa cenoura. A ração não deve ser a base de sua alimentação

– Para beber, apenas água

(Fotos: Stock Free Images)

Essas bolinhas de pelo (que variam de 1,5 a 10 quilos) são carinhosas, adoram ficar no colo e vivem numa boa sem outro de sua espécie na casa. Devem permanecer na gaiola quando seus donos não estiveram dando muita atenção. Quanto mais tempo passarem fora das grades, melhor, pois conseguem se exercitar. Ter um quintal ajuda a oferecer mais liberdade a esses bichinhos.

Os rapazes são territorialistas e costumam fazer xixi para demarcar sua área. Quando juntos também se envolvem em brigas feias. Pense nisso quando for escolher entre fêmea e macho. Se adotar um de cada sexo, não esqueça da castração (a não ser que um belo dia queira acordar com um monte de filhotinhos ao redor).

Lembrando: coelho não é mercadoria. Quando você dá um dentuço para alguém, está tornando essa pessoa responsável por uma vida. Só entre nessa se tiver consciência do que está fazendo.

Continua após a publicidade
Publicidade