SPFW N41: primeiro dia apresenta modelo transgênero, make ‘nada’, vestidos com tênis e franjas

Os desfiles da SPFW, que acontece de 25 a 29 de abril na Bienal do Ibirapuera, mostram as principais tendências para os próximos meses quando o assunto são as roupas, acessórios, cabelos e maquiagens. Apesar de parecer um ‘mundo paralelo’ – porque muitas das combinações são um tanto quanto conceituais -, dá pra usar bastante coisa recém saída […]

_TAK3253

Desfile de Ronaldo Fraga (destaque na foto) foi inspirado em uma viagem feita à África, especialmente Moçambique, e homenageou refugiados de todo o mundo (Foto: Zé Takahashi/Fotosite)

Os desfiles da SPFW, que acontece de 25 a 29 de abril na Bienal do Ibirapuera, mostram as principais tendências para os próximos meses quando o assunto são as roupas, acessórios, cabelos e maquiagens. Apesar de parecer um ‘mundo paralelo’ – porque muitas das combinações são um tanto quanto conceituais -, dá pra usar bastante coisa recém saída das passarelas no look casual do dia a dia.

+ Fotógrafo tem equipamento furtado no primeiro dia da SPFW

Quer saber mais sobre a SPFW? No Snapchat de VEJA SÃO PAULO você confere looks dos desfiles e tudo o que acontece nos bastidores. Segue a gente lá: vejasp!

+ Confira a agenda de desfiles

Modelo transgênero é destaque

Camila Ribeiro, que faz parte do casting da Joy Models

Camila Ribeiro, que faz parte do casting da Joy Models (Foto: Divulgação/Jr Franch)

Entre as modelos, quem chamou atenção nesta segunda (25) foi a transgênero Camila Ribeiro. Natural do Amazonas, a modelo de 24 anos faz sua estreia nas passarelas da SPFW. Sua apresentação em solo paulistano foi no desfile do estilista Ronaldo Fraga e seu look era uma blusa transparente com apliques bordados, que deixava seus seios – que são implantes de silicone – à mostra. “Não tenho vergonha de mostrar seu corpo, a moda me representa”, disse.

A modelo hoje, no backstage da grife de Ronaldo Fraga

A modelo hoje, no backstage da grife de Ronaldo Fraga (Foto: Tatiana Izquierdo)

Quando perguntada sobre ter sofrido algum tipo de preconceito, respondeu duramente: “Se eu fui alvo de algum, eu preferi esquecer”. A manauara é formada em design e tornou-se modelo há três anos, quando posou para um amigo durante seu trabalho de conclusão de curso. Desde então, morou por alguns meses em Nova York – caiu nas graças do pessoal da grife Givenchy – e acabou chamando a atenção dos olheiros por ai. Nesta edição da SPFW, ela ainda desfilará para as grifes À La Garçonne e para a marca de beachwear Triya. “Ainda tem um que está para confirmar”, faz suspense.

+ Fause Haten abre a SPFW com desfile aberto ao público

Roupas e acessórios

Nas passarelas, cinco grifes desfilaram suas coleções: Lilly Sarti, Uma, Amabilis, Apartamento 03 e Ronaldo Fraga.

Lilly Sarti: desfile místico sertanejo inspirado nas xilogravuras de Samico (Foto: Agência Fotosite)

Primeira marca a se apresentar, Lilly Sarti abusou dos tons terrosos e claros. O ponto de partida inicial de Lilly Sarti era a natureza. Um dia, porém, se deparou com uma obra do pernambucano Gilvan Samico e se encantou. A partir daí, voltou sua pesquisa e seu olhar para a fauna, flora e mitologias do sertão, contadas por meio das obras deste que é considerado um dos importantes nomes da xilogravura no Brasil.

Lilly Sarti SPFW- N41 abril/2016 foto: Olivier Claisse/FOTOSITE

Detalhe das franjas nas bolsas da grife Lilly Sarti (Foto: Olivier Claisse/Agência Fotosite)

Destaque para as bolsas com franjas, feitas 100% em couro, e as saias assimétricas (aquelas que usamos nos anos 90). A maquiagem, criada por Daniel Hernandez, é a trend para o verão: sombra glossy (sim, você pode pegar aquele gloss dos lábios e passar nos olhos, mas sem exagerar!). Já para a cor, aposte nos tons terrosos e bronzes.

UMA_RaquelDavidowicz_spfw_verao17_lookbook_23

Camisa jeans com mangas dobradas é uma das apostas de Raquel, da UMA, na volta da jaqueta jeans em várias criações (Foto: Zé Takahashi/Fotosite)

No desfile da Uma, assinado por Raquel Davidowicz, o destaque ficou por conta da volta da jaqueta jeans. Se tínhamos dúvidas em tirá-la do guarda-roupa, ela já não existe mais. E ainda dá pra criar outras modelagens com a peça, pra ficar ainda mais na moda.

Look agênero de volta

A Apartamento 03 trouxe, mais uma vez, a tendência agênero para a passarela. A ideia é criar um visual mais despojado, que não seja específico para um só gênero. Homens e mulheres podem usar e abusar de calças mais largas (um número ou dois maiores que o seu) e até mostrar um ar mais ‘relax’ usando um pijama na rua.

Apartamento05_spfw_verao17_lookbook_09

Sim, um pijama na passarela. (Foto: Zé Takahashi/Fotosite)

Os trajes de seda chamaram a atenção na passarela, com cortes mais elegantes. E aí, teria coragem de experimentar essa tendência?

Confira os desfiles para a terça (26)

10h: Paula Raia – Rua Guatemala, 142
11:30h: Osklen – Rua Harmonia, 488
12:30h: Vix – Casa Jereissati
15h: Lolitta – Bienal
16h: Adriana Degreas – Bienal
17h: A. Brand – Bienal
18h: Patricia Viera – Bienal
19h: Juliana Jabour – Bienal
20h: PatBo – Bienal
21h: Karl Lagerfeld para Riachuelo – Bienal

Obrigada pela sua visita e não deixe de voltar! Diariamente, o conteúdo sobre beleza e moda são atualizados! Se quiser me conhecer melhor, me siga no Twitter e no Snapchat (TatyIzquierdo)  🙂

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s