Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Duas sugestões de livros para ler no final do ano

Um clássico e um título experimental são duas boas opções para você ficar em casa e se entreter

Por Tatiane de Assis Atualizado em 18 dez 2020, 06h32 - Publicado em 18 dez 2020, 06h00

> Nova edição de O Alienista (Cobogó, R$ 62,00) traz o clássico de Machado de Assis (1839- 1908) junto a fotos de obras da mineira Rivane Neuenschwander. Esses trabalhos foram inspirados pelo referido título e ex- postos em 2019 na galeria Fortes D’Aloia & Gabriel, à época com espaço na Vila Madalena. As criaturas de Rivane pontuam a narrativa envolvente, que tem como personagens o médico Simão Bacamarte e seus conterrâneos na pequena cidade de Itaguaí. As idas e vindas do profissional na busca obstinada pelo que seria a normalidade e a loucura têm seus contornos trágicos acentuados com os seres disformes e dotados de garras, dentes e espinhos.

> Gustavo Piqueira (acima) tem um novo livro. Trata-se de O (Lote 42, R$ 60,00). A publicação é descrita como um “livro de ilustração sem ilustrações”. Isso se dá porque o leitor é convidado a imaginar paisagens e cenas a partir da relação entre o texto e o elemento central do título: um círculo, que muda de posição nas páginas conforme a narrativa pede. Do mesmo modo que Bibi (Lote 42, R$ 60,00), seu livro anterior, O sugere um caráter inicial inofensivo para depois mergulhar, talvez sem a resistência do leitor, em pontos importantes. Ele fala, por exemplo, da defesa da vida de uma mulher agredida pelo ex-marido. Depois de presa, ela consegue fugir e resgatar seu filho. Livres, os dois partem afoitos para uma nova vida sem sinalização alguma.

Publicidade