Clique e assine por apenas 6,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Antes de São Paulo, Brasília tem exposição sobre Leonardo Da Vinci

Mostra que está em cartaz na capital federal não é a mesma que chegará em terras paulistanas. Contudo, também navega pelas invenções do italiano

Por Tatiane de Assis - Atualizado em 5 fev 2020, 13h44 - Publicado em 26 set 2019, 12h35

500 anos após sua morte, Leonardo Da Vinci (1452-1519) segue sendo celebrado. Na embaixada da Itália, em Brasília, uma exposição sobre o mestre renascentista será inaugurada na sexta (27). Com 21 reproduções de protótipos criados pelo italiano, a mostra se foca na personalidade inventiva do artista e tem espírito semelhante a que os paulistanos poderão ver no novo espaço do MIS, que fará uma retrospectiva imersiva com as principais obras e invenções dele.

A exposição ocupa a sala Nervi da embaixada. O espaço com piso de granito e paredes brancas e pretas tem um ar sóbrio. No conjunto exibido por lá, há a Ponte Giratória, engenho que deveria ter uma só de suas pontas fixadas às margens de um rio, o que possibilitaria que outro fosse direcionado de acordo com a demanda de fluxo. Outra criação que também desperta curiosidade é o Carro Metralhadora, que daria mais mobilidade a um atirador ao poder se mover pela área de conflito. Serão exibidas ainda reproduções de pinturas clássicas do artista, a exemplo de A Última Ceia (1495 -1498) e Mona Lisa (1503).

A entrada é gratuita. Contudo, é preciso fazer o agendamento pelo e-mail: eventos.brasilia@esteri.it. O horário de visitação é das 10h às 13h, às segundas, quartas e sextas.

Exposição no MIS

A mostra sobre o artista italiano no Museu da Imagem e do Som (MIS) ainda não tem uma data para ser inaugurada. A instituição estima que a abertura não se dê em outubro, como foi divulgado, mas no começo de novembro, antes de Musicais no Cinema, outra mega exposição que promoverá.

O espaço, onde será realizada, a antiga marcenaria da TV Cultura, no bairro da Água Branca, segue em reforma. Quando pronta, a área de 2 000 metros quadrados, com pé direito de 10 metros, contará com 150 projetores. Enquanto não são divulgadas muitas informações sobre a retrospectiva por aqui, uma boa é ver o vídeo sobre ela no Canadá, no museu Ciência e Tecnologia.

Continua após a publicidade
Publicidade