Meu Mundial – Para Vencer Não Basta Jogar

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Lançado em agosto, Eu Sou Brasileiro era uma tentativa de unir drama e futebol. Bateu na trave. Resultado mais fraco tem o uruguaio Meu Mundial — Para Vencer Não Basta Jogar. Na trama, o garoto Tito (Facundo Campelo, na foto), de 14 anos, tem talento para o esporte e prefere disputar um campeonato a estudar. Seu pai (Néstor Guzzini) é contra. Até que um empresário do ramo (Roney Villela) enxerga um futuro promissor para Tito e convence os pais a mudar-se para Montevidéu a fim de que o menino faça carreira como jogador. A ambição fala mais alto, e a família é agraciada com um belo apartamento e dinheiro. Além de o “vilão” da história ser brasileiro, a escalada para o estrelato é rápida e inverossímil. Como se não bastasse, o roteiro ainda inclui um deslocado romance infantil e um acidente para lá de forçado. Direção: Carlos Andrés Morelli (Mi Mundial, Uruguai/Argentina/Brasil, 2017, 102min). 12 anos. Estreou em 19/9/2019.

    info
  • Direção: Carlos Andrés Morelli
  • Duração: 102 minutos
  • Recomendação: 12 anos
  • País: Uruguai, Brasil, Argentina
  • Ano: 2017
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s