Clique e assine com até 89% de desconto

Gaudí, Barcelona 1900

VejaSP:

Resenha por Julia Flamingo

Em 10 de junho de 1926, um homem foi atropelado por um bonde em frente à Catedral Sagrada Família, em Barcelona. Considerado indigente, foi levado a um hospital qualquer. Os responsáveis pelo socorro mal sabiam que aquele era Antoní Gaudí, o glorioso artista que mudou o cenário da Catalunha e os rumos da arquitetura em seus 74 anos de vida. Gaudí é agora homenageado no Tomie Ohtake, com a melhor mostra que se pode fazer considerando que suas obras-primas estão a milhares de quilômetros daqui. Vieram da Espanha quatro maquetes gigantes do profissional, conhecido por sua meticulosidade. Textos didáticos explicam o contexto da cidade no começo do século XX e as salas do primeiro andar exibem projetos com detalhes rebuscados das abóbadas, capitéis, portas e grades de construções como as casas Batló e Milà. Completam a exposição obras de modernistas contemporâneos ao catalão, como Santiago Rusiñol. Até 5/2/17.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.