Festival São Paulo Trip

Tipos de Estilos musicais: Estilos variados
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Juliene Moretti

Enquanto o Rock in Rio agita a capital fluminense, ocorrerá por aqui o São Paulo Trip, festival com nove shows divididos em quatro dias no Allianz Parque. Entre os mais esperados está o do The Who, que desembarca na cidade pela primeira vez. Confira as atrações:

Quinta, 21 de setembro

Um dos grandes grupos surgidos nos anos 60, ao lado de Beatles e Rolling Stones, o The Who chega pela primeira vez a São Paulo. O conjunto gravou hinos como My Generation, criou um gênero musical, a ópera rock, com Tommy, e notabilizou-se pelas apresentações incendiárias, com direito a quebradeira de instrumentos no palco. Duas tragédias ligadas ao consumo de drogas resultaram na morte de dois membros originais: o baterista Keith Moon (1978) e o baixista John Entwistle (2002). A chama é conduzida hoje pela dupla Roger Daltrey (vocal) e Pete Townshend (guitarra). Ao lado de músicos como Zak Starkey, filho de Ringo Starr, eles oferecem uma seleção de clássicos: Pinball Wizard, Behind Blue Eyes e Who Are You fazem parte do roteiro. Na mesma noite, estão no line-up os americanos do Alter Bridge, com a pesada turnê de The Last Hero, do disco do ano passado, e os ingleses do The Cult, com o trabalho Hidden City e os sucessos She Sells Sanctuary e Love Removal Machine.

Sábado, 23 de setembro

Em nova empreitada, Jon Bon Jovi está à frente da banda Bon Jovi sem o guitarrista original, Richie Sambora, na formação. O cantor mais Hugh McDonald (baixo), Phil X (guitarra), Tico Torres (bateria) e David Bryan (teclados) rodam desde o início do ano com o 13º disco da carreira, This House Is Not for Sale. No trabalho, o músico parece fazer uma retrospectiva de sua vida. A composição Roller Coaster, ou montanha-russa, em português, deve entrar no set list. Desse álbum também devem aparecer a faixa-título e Knockout. Dos seus hits, podem surgir Keep the Faith, You Give Love a Bad Name, Wanted Dead or Alive e Livin’ on a Prayer. Antes, abre a arena The Kills, formado pela cantora americana Alison Mosshart e Jamie Hince. O duo de indie rock surgido nos anos 2000 trouxe batidas e riffs mais sombrios e, ao mesmo tempo, envolventes às pistas de dança. Recentemente, a dupla disponibilizou o novo trabalho, Ash & Ice, que segue a mesma linha do anterior, Blood Pressures. Doing It to Death, Future Starts Slow e Baby Says chamam atenção.

Domingo, 24 de setembro

Há quase um ano, o Aerosmith lotava o Allianz Parque para um espetáculo que passava por todas as fases de sua carreira. Steven Tyler e sua turma entoaram de Rats in the Cellar, de 1976, a Pink e I Don’t Wanna Miss a Thing, composições mais atuais. A “retrospectiva” continua nesta noite, com uma ou outra modificação. Podem surgir sucessos como Cryin’, Dude (Looks Like a Lady), Dream On e Walk This Way para embalar os saudosistas. Os integrantes da banda de glam rock e heavy metal Def Lepppard são os responsáveis por abrir a noite. A expectativa por eles também está alta. A banda teve por duas vezes a oportunidade de arrebatar os fãs brasileiros. Na primeira, no Rock in Rio de 1985, a trupe cancelou a passagem por aqui. Já em 1997, um dos dois shows que aconteceriam em São Paulo foi desmarcado por falta de público. Joe Elliott (voz), Phil Collen (guitarra), Rick Savage (baixo), Vivian Campbell (guitarra) e Rick Allen (bateria) prometem faixas como Photograph, Rock of Ages, Pour Some Sugar on Me e Hysteria no repertório.

Terça, 26 de setembro

O reencontro do Guns N’ Roses parecia bem longe de se tornar realidade. Afinal, foram 23 anos de separações, insultos e processos. Mas os problemas ficaram para trás. Pelo menos foi o que Axl Rose, Slash e Duff McKagan mostraram quando passaram por aqui em novembro de 2016, com a turnê Not in This Lifetime, que faz um apanhado de hits dos caras. Axl pode não ter mais a potência vocal de antes, mas ainda contamina o público com sua energia, assim como Slash. A banda volta com este show e sucessos para deleitar os fãs: It’s So Easy, Civil War, You Could Be Mine, November Rain, Nighttrain e Patience devem constar no repertório. O primeiro a subir ao palco nesta noite é Alice Cooper. Em julho, o veterano lançou seu 27º trabalho de estúdio, Paranormal. Espere por School’s Out e I’m Eighteen entre as faixas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s