Amor Pleno

VejaSP:
  • Direção: Terrence Malick
  • Duração: 112 minutos
  • Recomendação: 14 anos
  • País: EUA
  • Ano: 2012

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Antes um diretor bissexto, Terrence Malick aparece com um novo trabalho dois anos depois da estreia no Brasil do anterior, A Árvore da Vida. A fórmula visual continua a mesma, embora Amor Pleno seja bem menos complexo e viajandão. No centro do roteiro está o vaivém da relação do americano Neil (Ben Affeck) com a mãe solteira Marina (Olga Kurylenko), que ele conheceu numa viagem à França. Ao lado da filha, ela vai viver com o amado numa cidadezinha de Oklahoma. Tempos depois, o tédio se anuncia e o relacionamento desanda. O realizador, primoroso nos enquadramentos, deixa a câmera inquieta rodopiar por corpos, cômodos, ruas e campos. Na maioria das vezes, os raros diálogos não casam com as imagens e prevalecem as narrações em off dos personagens revelando os desdobramentos do romance — seria algo como se o espectador estivesse “vendo” um livro. Esses maneirismos estéticos, de uma beleza arrebatadora, podem tanto parecer ousadia quanto pretensão. Estreou em 26/7/2013.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.