A Vida Sexual da Mulher Feia

Tipos de Gêneros dramáticos: Monólogo cômico
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Dirceu Alves Jr.

Se as bonitas adoram falar que sofrem um bocado, imagine as menos favorecidas. Publicado em 2005, o romance escrito por Claudia Tajes que originou o monólogo cômico A Vida Sexual da Mulher Feia possui um toque de melancolia. A versão teatral, adaptada por Julia Spadaccini, traz Otávio Müller como intérprete e diretor, e a opção de ter um homem no papel de Maricleide já torna a personagem mais risível do que o imaginado. Müller vive a protagonista da adolescência até a fase adulta. Em meio à sensação de inadequação, surgem a dificuldade para namorar e a busca para definir uma personalidade. Por vezes divertido, Müller segue pelo caminho mais fácil e extrai o riso muitas vezes tirando proveito do próprio físico. Bom ator, ele se mostra mais convincente na cena final, quando abre mão da peruca e aposta nas palavras em um belo desfecho. Estreou em 10/1/2014. Até 27/3/2016.

    info
  • Direção: Otávio Müller
  • Duração: 80 minutos
  • Recomendação: 12 anos
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s