Mistérios da cidade

Virada Esportiva traz programação radical

Corrida vertical, pole dance e downhill urbano são algumas novidades desta edição

Por: Mauricio Xavier [com reportagem de Nathalia Zaccaro] - Atualizado em

Mistérios da Cidade 2276 - Virada Esportiva - Rapel
Rapel no concreto: o esporte será praticado na Avenida Sumaré (Foto: Arquivo Seme)

Com investimento de 7,3 milhões de reais, a prefeitura realiza neste fim de semana a sexta edição da Virada Esportiva, que começa às 8 horas de sábado (30) e termina às 18 horas de domingo (1º). São cerca de 3.000 atrações programadas para mais de 1.000 pontos espalhados na cidade, entre eles o Parque Villa-Lobos e a Represa de Guarapiranga.

+ Confira a programação da Virada Esportiva

+ Parkour ganha primeira academia especializada na capital

+ Dicas para começar a correr

Os 3,5 milhões de pessoas esperados para o evento poderão praticar desde modalidades tradicionais, como futebol e vôlei, até outras menos populares, a exemplo de esgrima e sumô. O rapel será realizado mais uma vez na Avenida Sumaré.

Quem não estiver com disposição para movimentar os músculos pode optar por partidas de truco (no Ginásio Baby Barioni, na Água Branca) ou mesmo oficinas de maquiagem (sob o Viaduto do Chá, no centro). Confira as atividades que o público poderá praticar pela primeira vez na Virada:

Corrida vertical

A prova de velocidade em escadas será realizada entre 9h e 12h de domingo na Câmara dos Vereadores.

Bike poloA versão do polo com bicicletas no lugar de cavalos ocorrerá das 17h de sábado às 17h de domingo, no Memorial da América Latina.

Pole dance

A professora ensinará técnicas da dança praticada em postes das 10h às 17h de domingo, na Avenida Sumaré.

Downhill urbano

O percurso por escadarias da cidade em mountain bikes terá saída às 9h de domingo na Avenida Paulista.

Fonte: VEJA SÃO PAULO