Virada Cultural

Intervenções no trânsito começam na noite desta terça-feira

CET fechará parcialmente a Avenida Duque de Caxias para montagem de palco; vias terão bloqueio total a partir de sexta-feira

Por: Juliana Deodoro

Virada Cultural
Público durante a Virada Cultural em 2012 (Foto: Priscilla Vilariño)

As intervenções no trânsito de São Paulo para a Virada Cultural começam a partir das 20h desta terça-feira (14). A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) bloqueará parcialmente a Avenida Duque de Caxias nas proximidades da Praça Júlio Prestes para montagem de um dos palcos do evento. Durante a semana, outras ações serão feitas na região central.

A partir das 17 horas de sábado (18) a companhia vai começar o bloqueio total das principais vias da região que receberão palcos e pistas. Todas as ruas e avenidas estarão totalmente liberadas até as 5h de segunda (20).

Além do palco Júlio Prestes, somente o Palco da Luz terá montagem antes de sexta-feira. Na quarta (15), às 22h, a Praça da Luz será totalmente interditada, da Avenida Tiradentes ao retorno do Viaduto General Couto de Magalhães. 

Na sexta, às 20h, o Palco da Avenida São João será montado entre as ruas General Osório e Vitória. E, a partir das 22h, várias intervenções tomarão conta das vias da região central para que sejam erguidos os palcos das ruas 25 de Março, Barão de Limeira, Largo do Arouche, Avenida Cásper Líbero, Avenida Rio Branco, Copan e Rua dos Gusmões. Às 6h do sábado, as ruas Frederico Steidel, próximo à Avenida Duque de Caxias, e Dino Bueno, na altura do Largo Coração de Jesus, também serão bloqueadas.

A CET recomenda que os participantes da Virada deem preferência ao transporte público. As estações dos metrôs Luz, São Bento, Pedro II, Sé, Anhangabaú, República e Santa Cecília estarão perto de atrações da Virada Cultural.

Quem decidir ir de carro não deve estacionar em locais proibidos, em canteiros centrais, em fila dupla ou onde haja sinalização da CET. Segundo a companhia, 360 operadores de tráfego trabalharão durante o evento. Sessenta faixas  e quarenta banners serão espalhados para orientar motoristas e pedestres. 

Bloqueios (a partir das 17h de sábado):

Avenida Ipiranga (pista da direita) com Avenida Rio Branco;

Rua Major Sertório e Avenida Ipiranga;

Rua Santa Efigênia com Avenida Ipiranga;

Rua Antônio de Godói com Avenida Rio Branco;

Rua Cásper Líbero, entre Rua Beneficência Portuguesa e Rua Santa Efigênia;

Rua Coronel Batista da Luz com Rua Brigadeiro Tobias;

Canteiro central da Avenida Ipiranga com Avenida São João;

Travessas de acesso da Rua Conselheiro Nébias para Rua Barão de Limeira, entre Rua dos Timbiras e Rua General Osório;

Avenida Duque de Caxias com Avenida Rio Branco;

Rua dos Andradas com Rua General Osório e Rua Santa Efigênia com Rua General Osório;

Alameda Cleveland com Rua Helvétia;

Alameda Barão de Piracicaba com  Rua Helvétia;

Alameda Dino Bueno com Rua Helvétia;

Praça Princesa Isabel entre Rua Helvétia e Rua General Rondon;

Avenida São João (sentido Centro) entre o acesso à Rua Helvétia e Rua General Osório;

Rua Frederico Steidel – toda extensão;

Largo do Arouche com Rua Rego Freitas;

Rua da Consolação com Avenida São Luís, Rua 7 de Abril com Praça da República, Rua 24 de Maio com Praça da República:

Rua Roberto Simonsen com Avenida Rangel Pestana, Avenida Rangel Pestana (sentido Centro) com a Rua Bittencourt Rodrigues e Rua Venceslau Brás (sentido Centro) com a Rua Bittencourt Rodrigues;

Rua Florêncio de Abreu com Ladeira da Constituição;

Rua Doutor Falcão Filho e Rua São Francisco com Parque do Anhangabaú (emboque sul do Túnel do Anhangabaú)

Bloqueios (a partir das 20h de sábado):

Avenida Senador Queirós com Rua Florêncio de Abreu e Rua Dom Francisco de Souza;

Avenida Rio Branco entre Alameda Nothman e Largo do Paiçandu;

Avenida Ipiranga entre Avenida Senador Queirós e Avenida São Luís.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO