Bebida

Garrafa de Veuve Clicquot datada de 1840 será leiloada

Bebida foi resgatada de destroços de um navio naufragado no mar Báltico. Leilão será feito pela Acker Merral & Condit

Por: Redação VEJA SÃO PAULO on-line - Atualizado em

Veuve Clicquot Leilão
Conservada no mar: garrafa de 1840 da Veuve Clicquot será leiloada (Foto: Divulgação)

O preço dos espumantes nas baladas paulistanas atinge valores exorbitantes. Mas até quanto pode-se gastar na compra da bebida? No próximo dia 3 de junho, esse número pode chegar a 100 mil euros, quando uma das garrafas mais antigas será leiloada.

Em julho de 2010, algumas vasilhas de Veuve Clicquot foram encontradas em meio aos destroços de um navio naufragado no mar Báltico. As garrafas datam de 1840. Agora, uma delas irá a leilão pela "Acker Merral & Condit", a maior casa de leilões especializada em vinhos.

+ Champanhe Veuve Clicquot: conheça a fabricação

Estima-se que os lances podem chegar a 100 mil euros. Especialistas afirmam que o espumante - conservado no mar, a baixos níveis de luz – continua com características impecáveis. Além disso, devido à pressão da água, não houve vazamento das rolhas.

Está achando caro? Pois é mesmo. Para se ter uma ideia, a garrafa do champanhe Pol Roger NV Brut Réserve, consumido no casamento real britânico e favorito dos nobres ingleses, custa em média, 35 euros. Já um Cristal – um dos champanhes mais caros do mundo –, pode custar até 200 euros.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO