Gastronomia

Edição especial de VEJA "Comer & Beber" elege os melhores do ABC

Entre restaurantes, bares e lanchonetes, estabelecimentos tradicionais e novas apostas se destacaram

Por: Marcelo Cobra - Atualizado em

Baby Beef Jardim ABC 2214
Costela de janela do Baby Beef Jardim: assada lentamente e servida com purê de milho-verde trufado (Foto: Ligia Skowronski)

O entorno da capital reserva boas surpresas na área gastronômica. É o que mostra a edição especial de VEJA “Comer & Beber” dedicada ao ABC, que chega às bancas nesta sexta (22). Em 140 páginas, foram selecionados 411 restaurantes, bares e estabelecimentos de comidinhas. Um júri composto de trinta críticos, especialistas e personalidades da região elegeu os vencedores em 26 categorias.

+ Conheça os vencedores do especial "Comer & Beber" edição ABC de VEJA

O aguardado título de chef do ano foi para o paulistano Fernando Lima, do Baby Beef Jardim, de Santo André. Seu cardápio franco-italiano, com influências brasileiras, garantiu ao restaurante também o prêmio de melhor variado. É de autoria de Lima a receita de pescada-amarela guarnecida de arroz com banana-da-terra e farofa de agrião apresentada na última página da revista.

Padaria Brasileira ABC 2214
Coxinha e pão de queijo da Padaria Brasileira: o melhor salgado (Foto: Ligia Skowronski)

Considerado um ponto turístico de São Bernardo do Campo, o São Judas, aberto em 1949 e administrado pela quarta geração da família Demarchi, leva pela quinta vez o troféu da categoria frango com polenta. Ele é servido em quatro versões: à passarinho, ao molho de tomate, ao alho e óleo e à milanesa.

Em Comidinhas, duas recém-criadas eleições trouxeram novidades ao rol de vencedores. O prêmio de café da manhã ficou com a padaria Bella Vitória, de Santo André, enquanto a Temaki-Ya, na mesma cidade, saiu à frente em meio às casas de temaki. Preparadas com uma imutável receita desde 1953, as crocantes coxinhas da Padaria Brasileira, que tem lojas em Santo André e em São Bernardo do Campo, foram as responsáveis pela quinta vitória consecutiva da rede.

Na divisão de bares, dois estabelecimentos figuram em dose dupla. O Liverpool, de São Bernardo do Campo, não só tem a melhor happy hour como se destaca por sua variada carta de cervejas. Já o Fonte Leone, de Santo André, ganhou os títulos de para ir a dois e de cozinha de bar. A distinção de melhor petisco, outra novidade deste ano, ficou com o Boteco Maria, também em Santo André, pelas aromáticas empadinhas que começam a sair do forno a partir das 17 horas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO