Teatro

Três perguntas para Camila Pitanga

A atriz carioca divide o palco com os atores da Mundana Companhia no drama O Duelo

Por: Dirceu Alves Jr.

camila pitanga
(Foto: João Cotta / Rede Globo)

Como foi preparar o espetáculo no sertão do Ceará antes de estrear nas capitais? Foram seis semanas entre três cidades. A motivação foi sair da nossa rotina para buscar espelho na cultura ser taneja. Os personagens originalmente são russos, mas igualmente desterrados, estrangeiros em uma cidade desconhecida, como nós naquele momento. Fiquei hospedada em casas de família, vivi o tempo inteiro como uma local.

Era muito assediada por ser uma atriz conhecida das telenovela? Claro que eu era reconhecida, mas, com nossa convivência, a curiosidade foi sendo quebrada. A gente frequentava a paróquia, circulava pelas praças. Nós almoçávamos e jantávamos juntos. A população participava de oficinas de interpretação e dança com o elenco.Em Lavras do Mangabeiro, no Ceará, alguns moradores criaram uma companhia de teatro e, antes disso, jamais tinham visto uma peça.

+ Onde assistir ao drama O Duelo

O que fica dessa vivência para os próximos trabalhosque você vai fazer? Estou estimulada como nunca. Fazia tempo que sonhava com um trabalho de pesquisa, de experimentação. No fm de março, eu e outros colegas viajamos para a Rússia, com nosso próprio dinheiro, a fm de entender como viviam os personagens criados pelo escritor Anton Tchecov, para vivenciar a cultura daquele povo. Depois, nós seguimos para o sertão nordestino. Não há como, daqui por diante, essas experiências não reverberarem nos próximos papéis e, principalmente, em mim como pessoa.

Fonte: VEJA SÃO PAULO