Crianças

Três exposições bacanas para ver com a garotada

Mais de Mil Brinquedos para a Criança BrasileiraAmazônia Mundi O Pequeno Príncipe são ótimas opções de passeios

Por: REDAÇÃO Vejasãopaulo.com

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Com as férias escolares chegando ao fim, muitos pais se perguntam o que ainda é possível fazer com a garotada. Uma boa opção é dar um passeio por três exposições que estão em temporada na cidade. A primeira delas é Mais de Mil Brinquedos para a Criança Brasileira, em cartaz no Sesc Pompeia. Em um espaço de 2 000 metros quadrados podem ser vistos brinquedos artesanais, eletrônicos e coleções particulares com itens que datam desde a década de 30.

 

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Outra unidade do Sesc, em Itaquera, abriga uma mostra sobre o meio ambiente. Amazônia Mundi tem fotos, murais, vídeos e instalações que retratam a floresta tropical, seus mitos, lendas, frutos, animais e população. O som de pássaros e de chuva transporta o visitante para dentro da mata.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Por fim, uma exposição interativa no Shopping JK Iguatemi apresenta o clássico O Pequeno Príncipe. Saiba mais sobre essa viagem ao mundo do escritor Antoine de Saint-Exupéry aqui.

Confira abaixo os horários para visitação:

  • Quem sempre quis conhecer a Amazônia pode se aproximar do clima da floresta sem sair da cidade. Basta percorrer os 1.200 metros da exposição para entrar em contato com a região por meio de instalações, murais, fotos e vídeos. O primeiro espaço serve para mostrar o modo de vida da população, com a reprodução de uma típica casa cabocla. É possível também tocar em sementes do lugar — em um ofurô cheio delas, a criançada faz a farra. Em outro ambiente, ganham o foco temas como ciência, biodiversidade e clima, além de mitos e lendas. Por fim, surge uma reflexão. Uma instalação denominada Escada para a Construção do Futuro apresenta projetos ambientais e sociais que contribuem para a preservação da floresta. A cenografia é de Guilherme Rossi e da arquiteta italiana Valentina Mion. Anna Claudia Agazzi assina a curadoria. Estreou em 30/11/2013. Até 10/5/2015. Não deixe passar: do lado de fora, vale passear pela Vila Amazônica e conhecer produtos oriundos da região que fazem parte do nosso cotidiano em espaços como a casa da borracha. Devido ao recesso de fim de ano, a exposição tem reabertura prevista para o dia 21 de janeiro.
    Saiba mais
  • A mostra Mais de Mil Brinquedos para a Criança Brasileira mexe com a memória dos adultos e encanta as crianças. Entre os 6.000 objetos há itens que datam da década de 30 até os dias atuais. As curadoras Renata Meirelles e Gandhy Piorski reuniram brinquedos artesanais, eletrônicos e de coleções particulares que ocupam uma área de 2.000 metros quadrados. Vera Hamburger cuidou da cenografia e da direção de arte. Para (tentar) não perder nenhum detalhe, o ideal é visitar a exposição seguindo os cinco espaços temáticos. O Mínimo e as Mãos exibe miniaturas feitas por artesãos, como a obra Parque de Diversões, do Mestre Molina, que foi colaborador do Sesc e responsável pela confecção de peças para a unidade da Pompeia de 1986 a 1998. A criação traz gangorra, carrossel e roda-gigante pequeninos. A seção As Mãos e a Vontade mata a curiosidade de quem quer saber como funciona um brinquedo por dentro. Não deixe de passar pelos carros, trens e autômatos da área Ânima e Mecanismos. Em Imagem e Similitude, chama atenção uma boneca grega do século V a.C. feita de barro, assim como as populares Fofolete e Moranguinho. Por fim, Tecnologias de Voo representa uma pista de pouso e decolagem, com foguetes, petecas, aviões e pipas. Até 2/2/2014.
    Saiba mais
  • Ao entrar na exposição O Pequeno Príncipe, em cartaz no Shopping JK Iguatemi, o visitante ganha um passaporte. Nele e nas treze atrações da mostra são reproduzidas as mensagens de amor e amizade presentes no livro homônimo, escrito há setenta anos pelo francês Antoine de Saint-Exupéry. Uma das instalações mais bacanas retrata a passagem em que o protagonista viaja a diversos planetas e encontra personagens, como O Rei e O Vaidoso. Entre as obras interativas, encanta a esfera vermelha que projeta imagens de pássaros na parede ao ser colocada na palma da mão. No fim do passeio, depois de percorrer um labirinto, as crianças encontram estrelas de papel. Elas podem escrever seus desejos e pendurá-los em uma árvore. Há também oficinas de chocolate e papel reciclado. A curadoria é de Sheila Dryzun. Esta exibição já passou pela cidade em 2009, quando foi montada na Oca do Ibirapuera em outro formato. Vale o aviso: vai aproveitar melhor a visita a garotada a partir de 6 anos. Até 23/2/2014.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO