Violência

Torcedores do São Paulo são espancados perto da Estação da Luz

Por volta das 2h20 desta quinta-feira (27), três integrantes da torcida organizada Independente foram agredidos com barras de ferro; um segue internado

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Fachada do edifício da Estação da Luz
Crime aconteceu em frente à Estação da Luz na madrugada desta quinta-feira (27) (Foto: Bia Parreiras)

Três integrantes da torcida organizada Independente foram espancados na madrugada desta quinta-feira (27), na Avenida Cásper Líbero, em Campos Elíseos, no centro. Após a eliminação do São Paulo para o Penapolense, no Morumbi, o trio aguardava a abertura da Estação da Luz quando foi surpreendido. Charles Lemos dos Santos, de 25 anos, sofreu ferimentos graves e permanece internado no Hospital das Clínicas.

Torcedor do Santos é morto por homens com camisa do São Paulo

Por volta das 2h20, os rapazes foram ameaçados por um desconhecido. Logo após, cerca de dez homens armados com barras de ferro chegaram ao local. Depois de golpearem as vítimas, os agressores fugiram em dois carros. As placas dos veículos não foram identificadas.

O que falta para os estádios de Corinthians e Palmeiras ficarem prontos

Os três integrantes da Independente foram encaminhados para o Hospital das Clínicas. Charles continua internado para a realização de exames, mas passa bem, segundo a assessoria do hospital. Os outros dois rapazes– um fiscal de 22 anos e um desempregado de 23 – foram liberados e prestaram depoimento no início da manhã desta quinta-feira.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, cinco barras de ferro, um pedaço de madeira e um uniforme de uma torcida organizada foram apreendidos no local para perícia. O caso foi registrado no 2º DP, que fica no Bom Retiro.

Santista morto

Caso semelhante aconteceu no dia 23 de fevereiro. Após o clássico entre Santos e São Paulo, um santista integrante da Torcida Jovem foi morto na Radial Leste.

Ele voltava para casa quando foi surpreendido por um grupo armado com barras de ferro. Outros torcedores conseguiram escapar. Levado ao Hospital Municipal do Tatuapé, Toledo não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade.

Fonte: VEJA SÃO PAULO