Comidinhas

TheDog faz cachorros-quentes ao estilo americano

Com bons ingredientes e sem exagero, a lanchonete no Itaim serve caprichados hot-dogs

Por: Helena Galante - Atualizado em

thedog1
Embutidos na chapa: pequenos cortes deixam a pele crocante (Foto: Fernando Moraes)

Em qualquer bairro da cidade, dá para encontrar um carrinho de hot-dog ao estilo “quanto mais recheio, melhor”. Na tradição de comida de rua paulistana, o lanche leva maionese, ketchup, mostarda, purê de batata, milho, ervilha, vinagrete, requeijão, cheddar, batata palha... Já em Nova York, onde a pedida é ainda mais popular, o pão envolve apenas a salsicha, que costuma receber um ou dois molhos de acompanhamento.

Na hora de inaugurar a lanchonete TheDog, no Itaim, os irmãos Marcelo e Samuel Shoel mais Rodrigo Moura e Lalo de Lima optaram por seguir a receita americana. Num salão apertadinho de 35 metros quadrados — aberto ao público desde o início de outubro — eles oferecem cachorros-quentes no capricho.

thedog
O hot-dog de salsicha húngara, feita de carnes bovina e suína, chucrute e relish de pepino: R$ 14,00 (Foto: Fernando Moraes)

O segredo do sabor está na escolha e no modo de preparo das salsichas de até 24 centímetros. Todas são rapidamente vaporizadas (não mergulhadas em água) e depois vão para a chapa, na qual recebem pequenos cortes que garantem uma textura mais crocante à pele. Em contraste com o pão bem macio, fica uma delícia.

A versão mais barata e similar à tradicional viena, apelidada de húngara, leva uma mistura de carnes bovina e suína. Custa R$ 10,00 e dá direito ao molho da casa, à base de queijo, e a mais um item. Entre eles, queijo cheddar, chili, relish de pepino, cebola picadinha crua e barbecue. Para inovar, a dica é tentar o chimichurri, típico molho de churrasco argentino, ou o kimchi, acelga chinesa fermentada em pimenta-vermelha em pó.

Se quiser algo extra, pagam-se R$ 2,00. Há ainda outras duas opções de salsichas mais caras, a de cordeiro e hortelã e a branca de vitela (R$ 12,00 a unidade).

A oferta de bebidas fica no trivial: refrigerante (R$ 5,00; 500 mililitros), chope Heineken (R$ 10,00) e energético Red Bull (R$ 10,00). Nas segundas (24 e 31) funciona das 12h às 15h; abre das 20h à 0h nas terças (25 e 1º de janeiro).

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO