Bares

The Sailor: pub de bons drinques

Inspiração do nome veio do pai da tatuagem old school, o americano Norman “Sailor Jerry” Collins

Por: Fabio Wright

The Sailor
O palco com os músicos em ação: shows de pop e rock de terça a sábado (Foto: Mario Rodrigues)

Os donos do bar latino Rey Castro, na ativa desde 2003 na Vila Olímpia, estão com uma novidade na praça. Num imóvel de três andares em plena Faria Lima (em frente ao Edifício Dacon), inauguraram há pouco mais de um mês o pub The Sailor. A inspiração do nome veio do pai da tatuagem old school, o americano Norman “Sailor Jerry” Collins (1911-1973), célebre por desenhar pin-ups, âncoras, navios e outros motivos náuticos — presentes na decoração. No palco do térreo, rodeado por um mezanino-camarote, o público curte bandas de rock e pop, que se exibem ali de terça a sábado. Mas o espaço mais curioso é o amplo terraço da cobertura, com vista para a movimentada avenida.

+ The Queen's Head tem clima charmoso de pub

+ All Black: música e paquera

O dita (R$ 25,00): em uma taça  de champanhe à moda antiga
O dita (R$ 25,00): em uma taça de champanhe à moda antiga (Foto: Mario Rodrigues)

Para compor o extenso cardápio, a casa convocou duas especialistas: a chef-consultora Ana Soares e a bartender Talita Simões (ex-At Nine Cocktail Bar). As sugestões criadas pela primeira vão de pipoca aromatizada com curry, melaço de cana e pimenta (R$ 6,50) — que pecou por chegar fria — até o kokleten sailor (R$ 32,00 a porção), um delicioso bolinho de presunto cru, queijo brie e alho-poró, que lembra uma croqueta espanhola.

+ Dez pubs para tomar um bom pint

+ Como harmonizar cerveja com comida de boteco

Entre as bebidas, sente-se a falta de cervejas e chopes do Reino Unido e da Irlanda (afinal, estamos em um pub!). Por outro lado, há 54 coquetéis na carta, executados por Talita e sua equipe. Batizado em homenagem à pin-up americana Dita von Teese, o dita (R$ 25,00) vem servido numa taça de champanhe vintage. Discretamente adocicado, equilibra vodca importada, Cointreau (licor de laranja), sucos de cranberry e limão-siciliano e xarope caseiro do chá Earl Grey. Nos intervalos do show, o DJ residente Marcinho mantém o pique do público e embala a paquera noite adentro.

BEBIDAS ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | COZINHA ✪✪

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO