Cidade

Supermercados Pão de Açúcar e Extra deixam de funcionar 24 horas

Lojas como o Extra da Brigadeiro Luís Antônio agora fecham mais cedo; medida afeta 25 estabelecimentos na capital

Por: Redação VEJASÃOPAULO.com - Atualizado em

Rede de supermercados Pão de Açúcar oferece uma vasta linha de orgânicos
Grupo Pão de Açúcar alega que não havia demanda para o horário da madrugada (Foto: Antonio Milena)

A notícia de que o Grupo Pão de Açúcar não vai mais ter supermercados 24 horas no Brasil afetou principalmente a cidade de São Paulo. Anunciada oficialmente na terça-feira (6), a mudança começou a valer no dia 28 de abril. A rede tinha 55 lojas no país que funcionavam ininterruptamente, sendo 25 na capital.

+ Governo pagará até 50 mil reais para quem denunciar bandido

Entre as maiores, a loja Extra da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, no centro, era um clássico da madrugada: de donas de casa comprando um ventilador às 2 horas a baladeiros abastecendo o carrinho de bebidas. A empresa, porém, diz que não havia demanda suficiente para manter as lojas abertas sem intervalo. A decisão de fechar mais cedo foi "baseada em estudos de comportamento dos consumidores, que apontaram baixa adesão às compras durante a madrugada".

+ Google lança ferramenta para visualizar interior de estabelecimentos

A maioria dos supermercados agora abre entre 6 e 7 horas e fecha entre 23 horas e meia-noite. O Extra Brigadeiro funciona das 6 horas à meia-noite; o da Avenida Doutor Ricardo Jafet, na Zona Sul, das 7 horas à meia-noite.

Na Zona Oeste, o Pão de Açúcar da esquina das ruas Teodoro Sampaio e Mourato Coelho, em Pinheiros, e o da Avenida Professor Alfonso Bovero, na Pompeia, já passaram a funcionar das 7 às 23 horas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO