Evento

Sétima edição do Nokia Trends reúne música e tecnologia em São Paulo

Projeto que acontece no Memorial da América Latina comporta uma mistura de shows de rock, projeções de vídeo e grafite

Por: Pedro Ivo Dubra - Atualizado em

Nem tudo está perdido para os paulistanos que não se abalarem até o Rio de Janeiro a fim de ver o Police. No sábado (8), mesmo dia do concerto da megabanda inglesa no Estádio do Maracanã, ocorre por aqui, no Memorial da América Latina, a sétima edição do Nokia Trends. O projeto comporta uma mistura de shows de rock e eletrônica e exibição de instalações, projeções de vídeo e grafite. Uma estrutura de 5?200 metros quadrados abrigará dois palcos, duas áreas com a exposição de obras de arte multimídia e uma praça de alimentação. A festa dos modernos está mais intimista do que a do ano passado, acompanhada por um público de 12000 pessoas. Em 2007, a Nokia preferiu realizar programações ao longo do ano, como o festival Resfest e o Nokia Trends Mob Jam, série de apresentações de DJs em casas noturnas daqui e do Rio de Janeiro. Devido a essa distribuição, a etapa final acabou ficando menor. Para o sábado, são aguardados 4?000 espectadores.

O soft rock do francês Phoenix, pela primeira vez no país com a turnê do disco It’s Never Been Like That (2006), vai encabeçar o elenco de quatro atrações internacionais. O grupo traz nos vocais Thomas Mars, pai de Romy, filha da cineasta Sofia Coppola. Outras opções interessantes são o She Wants Revenge, da Califórnia, com seu pós-punk que remete a Joy Division e Bauhaus, e o coletivo de tecno Underground Resistance, de Detroit, que virá com o seu fundador Mad Mike Banks. Já o quarteto australiano de dance-rock Van She surge ao vivo e também em versão DJ, sob a alcunha de Van She Technologic. Eles já inventaram bons remixes de nomes como Feist e Klaxons.

No time brasileiro, destaca-se a Banda Multimídia, do multiinstrumentista Maurício Takara (do conjunto Hurtmold). Criada especialmente para o Nokia Trends, a formação sobe ao palco com convidados e faz aparições pontuais ao longo da programação. Membro da incensada Orquestra Imperial, o produtor Kassin também marca presença com o seu projeto Artificial. A partir de um videogame portátil ele cria sonoridades. "Procuramos trazer atrações de vanguarda e criar um equilíbrio de música e tecnologia", diz Marcelo Câmara, gerente de marketing da Nokia. Tudo muito descolado. Se bobear, dá até para esquecer Sting e companhia no outro lado da Via Dutra.

Confira a programação

DJ Hisato (Brasil), 20h

Maurício Takara e convidados/banda multimídia (Brasil),

22h, 23h, 0h20 e 1h40

Kassin/Artificial (Brasil), 22h20

Van She (Austrália), 23h20

Underground Resistance (eua), 0h40

Phoenix (França), 2h

Van She Technologic (Austrália), 3h10

She Wants Revenge (eua), 3h55

The Twelves (Brasil), 5h

NOKIA TRENDS. 18 anos. Memorial da América Latina (4000 pessoas). Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, tel: 6846-6000, Metrô Barra Funda. Sábado (8), a partir das 20h. R$ 100,00. Bilheteria: a partir das 19h30 (sáb.). Cc.: M e V. Cd.: M e V. TM. www.nokiatrends.com.br.

Fonte: VEJA SÃO PAULO