eleições 2014

Segundo turno: momentos em que o debate entre Aécio e Dilma pegou fogo

No primeiro debate da reta final das eleições presidenciais, petista e tucano trocaram acusações e impropérios

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) protagonizaram seu encontro cara a cara mais tenso no primeiro debate do segundo turno das eleições presidenciais, na Band, nesta terça-feira (14).

A eleição será no dia 26 de outubro.

Abaixo, momentos em que o encontro pegou fogo com a troca de acusações.

SAÚDE

O tom do debate começou quente com uma pergunta de Dilma para Aécio sobre realizações de ambos na saúde. Disse que os rivais são contra o Mais Médicos, votaram contra a CPMF e que seu governo em Minas Gerais não investiu na saúde o que deveria. Ele contestou a última afirmação e disse que ela parece candidata de oposição, por forjar uma suposta mudança. Ela rebateu, dizendo que ele parece da situação, pois só pensaria em manter os programas petistas. "Sua campanha é recheada de mentiras, de ataques", disse o tucano.

AEROPORTO

Aécio chamou Dilma de “leviana” quando ela citou o aeroporto construído pelo então governador perto do terreno de seus familiares, em Cláudio (MG). "Eu não acho isso moral nem ético", disse ela. "A senhora está sendo leviana, candidata. Eu fiz milhares de obras no meu governo, e todas atestadas pelo Tribunal de Contas. O aeroporto foi construído em uma área desapropriada do meu tio-avô, área que era de interesse social. Esse senhor não foi beneficiado, a sociedade foi. O Ministério Público Federal disse que a obra é regular."

Aécio e Dilma
Os dois se cumprimentam com bejinho no rosto (Foto: Folhapress)

BOLSA FAMÍLIA

O tucano disse, mais uma vez, que o Bolsa Família é um filhote do Bolsa Escola, do governo Fernando Henrique Cardoso. "O povo brasileiro jamais vai acreditar nesse pai do Bolsa Família. Passamos de todos os limites, chegamos à fabulação".

+ Confronto de Dilma e Aécio na Band mobilizou a internet com piadas e memes

+ Minuto a minuto: o primeiro confronto do segundo turno

VIOLÊNCIA

“A senhora está enganada. Ou mentindo”, disparou Aécio ao responder a acusação sobre criminalidade em sua gestão em Minas Gerais. “Cheque lá com o (ministro José Eduardo) Cardozo”

NEPOSTISMO

Dilma, contra Aécio: "O senhor tem uma irmã, três tios e três primos no governo de Minas (...) O senhor não vai achar um parente meu no governo federal." Aécio se defendeu: "Quero saber onde minha irmã trabalha" e pediu provas. Não houve comentário dela a respeito.

"DISCURSO DO MEDO"

A petista fala em "lógica do retrocesso" ao citar gestão tucana no quesito criação de empregos. "A senhora volta com o discurso do medo. Realmente, há medo na sociedade. Medo de o PT governar por mais quatro anos", ele respondeu. E continuou: "Os empregos estão indo embora porque país que não cresce não gera emprego. É o pior desempenho da indústria nos últimos cinquenta anos. Eu vou resgatar a credibilidade do País"

LEI MARIA DA PENHA

Dilma pergunta a Aécio o que ele vai fazer a favor da segurança da mulher e cita a Lei Maria da Penha, criada no governo do PT. "Não se aproprie de uma lei importante dessas, amplamente discutida no Congresso", retrucou o tucano

ECONOMIA

"Estou impressionado com sua obsessão com o meu futuro ministro da Fazenda, Armínio Fraga, elogiado pelo seu ex-ministro Antônio Palocci e pelo ex-presidente Lula. Pelo menos eu já tenho um ministro. A senhora só tem um futuro ex-ministro", diz Aécio. 

+ ÚLTIMAS NOTÍCIAS: o que acontece de importante em São Paulo

Fonte: VEJA SÃO PAULO