Cidade

Sabesp quer reajustar em 22,70% a conta de água

Estatal alega desequilíbrio financeiro no contrato; aumento em dezembro de 2014 foi de 6,49%

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Torneira - água
Em nota, Sabesp afirma que cálculo inclui o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (Foto: Latinstock)

Em comunicado divulgado para investidores nesta quarta-feira (15), a Sabesp informou que pretende aplicar um reajuste de 22,70% na conta de água. No ano passado, o aumento total em dezembro foi de 6,49%. A autorização para usar o índice foi pedida oficialmente à agência responsável pelo setor em São Paulo, a Arsesp.

+ Ministério Público entra na Justiça contra a Sabesp

A nota da companhia informa que o cálculo inclui 7,80% referentes ao reajuste da tarifa pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo. No mês passado, a estatal já havia proposto um aumento de 13,87% no valor.

A Sabesp alega um desequilíbrio financeiro no contrato por causa da previsão de aumento dos custos com energia elétrica, além da redução de receita motivada pela crise hídrica.

Cantareira

Informado diariamente pela Sabesp, o nível do Sistema Cantareira é de 19,9% nesta quarta (15).

Na última terça-feira (14), o Ministério Público de São Paulo entrou na Justiça contra a Sabesp para que a estatal divulgue os índices negativos de armazenamento do reservatório. O órgão afirma que a metodologia utilizada “é questionável”.

Na ação, o MP solicita que a Sabesp detalhe imediatamente os níveis de armazenamento com a exata indicação de que “opera com índices negativos”. O órgão afirma que, antes de levar a questão para a Justiça, recomendou por duas vezes para a companhia a divulgação dos índices negativos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO