Cantareira

Sabesp diminui o período de redução de pressão na cidade

A companhia disponibilizou online a relação dos bairros e horários em que a estratégia é adotada

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Cantareira
Chuvas constantes têm ajudado a recuperar o nível de água na Cantareira (Foto: Denny Cesare/Codigo19/Folhapress)

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) diminuiu, em média, sete horas diárias o período de redução de pressão na rede de abastecimento de água na capital e em algumas cidades da Grande São Paulo. Até dia 18 de dezembro, antes de o Sistema Cantareira sair do volume morto, a redução da pressão durava, em média, cerca de quinze horas diárias.

+ Cantareira tem a maior alta desde o início da crise hídrica

Com a melhora do nível da Cantareira devido às chuvas intensas, a Sabesp pôde aliviar o racionamento. A redução é feita com o intuito de evitar a exaustão dos reservatórios. Equipamentos hidráulicos podem acompanhar em tempo real a quantidade de água utilizada em cada região e calibrar remotamente a pressão da tubulação para que quantidade de água perdida com vazamentos seja diminuída.

+ Última notícias sobre a cidade

A Sabesp disponibilizou online a relação dos bairros afetados e os horários em que a ação será aplicada a cada região: isso foi feito após um pedido da Justiça. Em janeiro de 2015, a companhia admitiu, pela primeira vez desde o início da crise, que a Grande São Paulo estava com redução de pressão. Porém, em nota, ela afirma aplicar essa estratégia desde 1997. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO