Consumo

Rua Haddock Lobo: grifes internacionais

A francesa Cartier foi uma das primeiras a abrir suas portas na região

Por: Flávia Salvetti, Kiki Romero, Nana Caetano e Paula Ungar. Colaborou Luciana Dleizer - Atualizado em

Nenhuma outra rua da cidade reúne tantas estrelas quanto a Haddock Lobo. No trecho de pouco mais de 300 metros entre a Oscar Freire e a Estados Unidos estão localizadas algumas das mais badaladas e caras grifes do mundo. Uma das desbravadoras foi a francesa Cartier, que abriu sua butique ali em 1997. Dois anos mais tarde chegou a Christian Dior. Depois, Montblanc, Louis Vuitton, MaxMara, Emporio Armani, Tiffany & Co., Bulgari... Neste ano foi a vez da italiana Salvatore Ferragamo. Não à toa, a Haddock Lobo chega a ser comparada a grandes centros do luxo como a Quinta Avenida, em Nova York, e a Avenida Montaigne, em Paris. E não se preocupe com estacionamento. Todas as lojas oferecem serviço de manobrista.

Bolsa (R$ 5 400,00) e carteira (R$ 1 200,00) da coleção Damier Azur. Louis Vuitton, Rua Haddock Lobo, 1587, Jardim Paulista, Tel. 3088-0833.

Pulseira de prata (R$ 615,00) com cadeado (R$ 615,00), medalha (R$ 566,00) e coração (R$ 566,00). Tiffany & Co., Rua Haddock Lobo, 1594, Jardim Paulista, Tel. 3081-8100.

Caneta esferográfica (R$ 1 304,13) e caneta-tinteiro com pena de ouro e banho de ródio (R$ 1 739,13). Montblanc, Rua Haddock Lobo, 1511, Jardim Paulista, Tel. 3068-8811.

Relógio com pulseira e caixa de aço, R$ 15 470,00. Bulgari, Rua Haddock Lobo, 1626, Jardim Paulista, Tel. 3081-8833.

Anel Trinity feito com três alianças de ouro. A amarela simboliza a fidelidade, a branca, a amizade e a vermelha, o amor, R$ 2 370,00. Cartier, Rua Haddock Lobo, 1567, Jardim Paulista, Tel. 3081-0051.

Sapatilhas de paetês, R$ 1 940,00 o par. Emporio Armani, Rua Haddock Lobo, 1550, Tel. 3897-9090.

Bolsa de couro, R$ 4 400,00. Christian Dior, Rua Haddock Lobo, 1589, Jardim Paulista, Tel. 3061-9299.

Sapatos de couro, R$ 2 817,00 o par. Salvatore Ferragamo, Rua Haddock Lobo, 1583, Jardim Paulista, Tel. 3081-5324.

Fonte: VEJA SÃO PAULO