Viagem

Roteiro 'Comer & Beber': Recife

Saiba o que há de melhor na gastronomia da cidade

Por: Redação VEJA SÃO PAULO on-line

Bolo souza leão da Casa dos Frios, em Recife
O tradicional bolo souza leão, da Casa dos Frios: vencedor do prêmio Comer & Beber na categoria de mesmo nome (Foto: Leo Caldas)

A 14ª edição de VEJA RECIFE "Comer & Beber" relacionou 612 endereços entre restaurantes, bares e casas de comidinhas. Confira abaixo algumas sugestões, das três categorias, para não errar na hora de escolher aonde ir:

+ Conheça o roteiro de outros destinos brasileiros

RESTAURANTES

Oficina do Sabor

Um dos principais pratos no cardápio do chef César Santos é o jerimum com camarão e creme de manga, criado em 1992 e sucesso na casa até hoje (R$ 81,00, para duas pessoas). Assim como essa receita, algumas outras combinam peixes, frutos do mar e carnes com frutas regionais.

Thaal Cuisine

Inaugurada em março de 2010, a casa é comandada pelo jovem chef Thiago Freitas. Enquanto a decoração reúne objetos temáticos com toques orientais, as receitas, inusitadas, combinam a técnica francesa e ingredientes de diversas partes do mundo. A apresentação dos pratos também costuma surpreender.

+ Isabella Fiorentino: dicas de acessórios para usar na praia

+ Guia: como lidar com crianças dentro do avião

BARES

Bodega de Véio

Localizada no centro histórico de Olinda, durante o dia a casa funciona como uma mercearia e vende produtos típicos. À noite, uma área externa anexa ganha mesinhas e fica tomada por um público variado, que vai de turistas a moradores locais. O bar promove a noite do vinil, às terças, e uma roda de chorinho, às quintas e sábados.

Central

Pela nona vez, o bar é selecionado pelo júri de VEJA RECIFE como um dos melhores da cidade. As paredes trazem fotos antigas do centro da cidade. Já o som ambiente fica por conta de uma colorida jukebox, que tem uma seleção de 1 500 músicas à escolha do cliente. O cardápio, por sua vez, oferece petiscos nada convencionais.

COMIDINHAS

Casa dos Frios

Nas prateleiras figuram cerca de 9.000 itens, sendo 1.500 deles de fabricação própria. Compacto e com consistência de pudim, o bolo souza leão, vencedor do prêmio "Comer & Beber" na categoria de mesmo nome, atrai uma clientela fiel. Na ala dos produtos de empório, uma adega com cerca de 800 rótulos traz preciosidades como o caro champanhe Louis Roederer Cristal (R$ 3.650,00 a garrafa de 1,5 litro).

Fonte: VEJA SÃO PAULO