Crianças

Angela Dip traz de volta personagem do "Castelo Rá-Tim-Bum"

Espetáculo Penélope, a Repórter Cor-de-Rosa traz tom descontraído e agrada as crianças

Por: Tatiane Rosset - Atualizado em

Angela Dip - Penélope, A Repórter Cor-de-Rosa
A intérprete:cantoria e boas risadas (Foto: Heloísa Bortiz)

Sucesso de crítica e público, a série Castelo Rá-Tim-Bum estreou na TV no ano de 1994. No quarto episódio levado ao ar, o espectador conheceu uma jovem jornalista que se transformaria em companhia constante nas brincadeiras de Nino e sua turma. Hoje, dezoito anos depois, a personagem estrela Penélope, a Repórter Cor-de-Rosa, seu primeiro espetáculo-solo. Em clima saudosista para quem já passou dos 20 e poucos anos, a montagem tem texto assinado por Flavio de Souza, um dos criadores do programa.

+ Conheça o mundo cor-de-rosa da Penélope

Vivida por Angela Dip — a intérprete original da protagonista —, Penélope guia a plateia numa divertida viagem pelos bastidores de uma emissora de televisão. Cheia de tiques e bordões, ela fala sobre iluminação, posicionamento das câmeras e pauta, além de contar histórias pessoais. A origem de seu nome e o motivo pelo qual usa roupas em tons rosados estão entre os segredos compartilhados.

Com direção de Carla Candiotto, a peça não possui cenário. A representação do estúdio se dá através de alguns objetos levados e trazidos pelo contrarregra, papel de Robson Villsac. A interação entre os dois proporciona alguns dos melhores momentos e provoca risadas autênticas.

Em boa atuação, a atriz canta seis músicas ao vivo, com acompanhamento em playback. Hélio Ziskind, responsável pela trilha de abertura do seriado, compôs as melodias em parceria com Ivan Rocha — a maioria das letras foi escrita pela própria Angela. A parte final confirma o tom descontraído da produção: em participações curtinhas, crianças da plateia são chamadas ao palco para ser entrevistadas.

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO