Saúde

Dois dos quíntuplos recebem alta e esperam casa para morar

Família de Santos ainda procura um imóvel temporário em São Paulo para ficar até a liberação das outras três filhas

Por: Juliene Moretti - Atualizado em

Quíntuplos
Os pais das crianças e a equipe médica: dois bebês receberam alta nesta segunda (15) (Foto: Juliene Moretti)

Dois dos quíntuplos receberam alta nesta segunda (15) do Hospital Sepaco, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo. Os cinco filhos do casal Karina Barreira e João Biagi Júnior nasceram no dia 13 de abril. Único menino, Arthur, deixa o local com 2,5 quilos. Já Gabriela sai com 1,9 quilo. Segundo os médicos, os dois não necessitam de cuidados especiais.

+ "É uma loucura, é tudo novo", diz pai de quíntuplos

Já Melissa, Laís e Giulia continuam na UTI neonatal. Elas ainda respiram com a ajuda de aparelhos. Das três, apenas Giulia permanece em uma incubadora. “Ainda não há previsão de alta”, afirma o diretor clínico do hospital, Linus Pauling Fascina.

Apesar da alegria de poder sair do hospital com dois dos cinco filhos, o casal de Santos está preocupado, pois ainda não encontrou um apartamento temporário para alugar em São Paulo. Karina e Biagi tentam achar um imóvel de preferência nas proximidades do hospital, onde as outras três filhas continuam internadas.

Quíntuplos
Os pais dos bebês: Karina e Biagi ainda procuram local para ficar em São Paulo (Foto: Juliene Moretti)

"Estava praticamente tudo certo com um imóvel, mas o proprietário desistiu de alugar no domingo à noite”, disse Biagi, que está desempregado. “Preciso vir ao hospital para amamentar e acompanhar as minhas filhas”, declarou Karina.

+ "Tenho a sensação do dever cumprido", diz mãe de quíntuplos

Desde que os quíntuplos nasceram, em 13 de abril, ela está hospedada na casa da irmã, Luciana, na Freguesia do Ó, na Zona Norte. Todo dia, percorre os quase 20 quilômetros de distância de táxi até o hospital para dar de mamar aos filhos. “Minha irmã tem um cachorro, o que não é recomendável para a saúde dos bebês no momento.”

+ Confira as principais notícias da cidade

A família sabe que ainda têm algumas etapas na capital, mas sonha em retornar para Santos o mais rápido possível. “Quero ver a bagunça desses cinco, a alegria que vai ser", afirmou o pai.

Fonte: VEJA SÃO PAULO