Humor

Líderes de audiência, trupe da "rádio rock" faz sucesso também na TV

Os radialistas que conquistaram espaço na 89 FM apresentando um talk-show de futebol e variedades adaptam a mesma fórmula para a RedeTV!

Por: Ana Luiza Cardoso

Encrenca foto 3
Angelo, Tatola, Dennys e Ricardinho: líderes de audiência na RedeTV! (Foto: Divulgação)

Eles fazem piada o tempo todo, zombam da cara um do outro e não perdem a oportunidade de ridicularizar o time do amigo. O que seria uma cena comum entre bons companheiros é potencializado pelos microfones da 89 FM. Os radialistas Tatola Godas, Dennys Motta, Ricardo Mendonça e Angelo Campos comandam o programa Quem Não Faz Toma e atraem cada vez mais ouvintes interessados em uma boa dose de humor juvenil, misturando comentários sobre futebol e curiosidades do universo pop. “Se quiser ouvir notícias, é melhor ver o William Bonner”, brinca Tatola, espécie de líder do grupo. “Não queremos saber se o Neymar treinou, mas, sim, se ele saiu com os amigos em Londres.”

+ Felipe Melo: "Se não fosse jogador, teria sido assassino"

A atração estreou em maio de 2012 e tornou-se um dos carros-chefe da rádio rock, como a emissora é conhecida. Transmitido diariamente entre as 19 e as 20 horas, o talk-show de variedades virou o atual líder de audiência na Grande São Paulo em seu horário, com média de mais de 112 200 ouvintes por minuto. Dados do Ibope mostram que, entre janeiro e março deste ano, eles superaram as concorrentes Band FM e Transcontinental.

Encrenca_14
O quarteto em ação durante o programa 'Encrenca', na Rede Tv! (Foto: Divulgação)

Nos sessenta minutos de conversa, a trupe intercala as pilhérias com as propagandas de nove anunciantes, mensagens de ouvintes e 130 vinhetas. Em uma delas, usam o hit NheNheNhem, da cantora mirim Maisa, para caçoar das pessoas que se alongam em um enfadonho “mimimi”. Em 2014, graças à repercussão positiva do negócio, o grupo utilizou uma fórmula parecida para pôr no ar o Encrenca, um dominical na RedeTV! que ocupa o vazio deixado na grade de programação da casa pelo Pânico na TV

+ Desenho do Senninha entra na programação da TV aberta

A atração pilotada por Emilio Surita migrou para a Band em 2012 e, hoje, concorre com o pessoal de Tatola no mesmo horário. “Criamos um programa para a família”, alfineta o vice-presidente da RedeTV!, Marcelo de Carvalho. Com o cenário colorido e pessoas fantasiadas, o Encrenca investe em incontáveis vídeos recebidos pelo WhatsApp, no quadro Zap Zap. “O coração do programa é uma versão moderna das videocassetadas do Faustão, um fenômeno de audiência e longevidade”, analisa o repórter e crítico de TV do UOL Mauricio Stycer.

No domingo (24), a turma alcançou o maior ibope da emissora dos últimos cinco anos. Foram 8,6 pontos no pico e uma média de 5,9 pontos (cada ponto equivale a 69 000 domicílios na região metropolitana). Entre outras coisas que alavancaram a audiência, foi exibido um vídeo de um menino autista cantando ao lado do pai uma música do Coldplay. “Choramos, emocionados”, conta Dennys.

Programa Pânico na Band
'Pânico na TV': concorrência nas noites de domingo (Foto: Divulgação)

Sem roteiro definido, o quarteto afirma que o maior trunfo é o entrosamento. Eles se conhecem há mais de quinze anos e trouxeram para a rádio e a TV a espontaneidade dos bate-papos após as peladas que jogam às segundas. “A gente é tosco assim mesmo”, diverte-se Tatola. “Não tem personagem, é tudo natural”, completa Ricardinho. No estúdio, Tatola faz o meio de campo, dá o ritmo (acelerado, diga-se) e passa a bola para os colegas.

Alvo principal da zoeira dos parceiros, Dennys arranca risadas com seu jeito desligado, meio abobalhado, e as caneladas no inglês — os parceiros não perdoam quando o escutam tentar pronunciar o nome da equipe Manchester United. Angelo, o Negão, como é chamado pelos seus pares, é o fofo engraçado e Ricardinho cuida das redes sociais, anunciando os recados enviados pelos fãs. 

+ Destaque na cobertura política, Renata Lo Prete ganha mais espaço na TV

O sucesso rendeu dois convites recentes para trocarem de canal. Pesou na decisão de permanecer onde estão a liberdade que gozam na empresa e um contrato longo. “Inicialmente, fizemos um acordo de um ano, mas, quando ele estava para vencer, o Marcelo de Carvalho pediu que ficássemos até 2018”, diz Tatola. A preocupação no momento é injetar ideias novas nas atrações. Na última semana, levaram ao ar na 89 FM uma radionovela sobre vampiros, e têm trazido cada vez mais convidados para ser entrevistados. Para evitar o esgotamento da fórmula, o time sabe que não pode jogar na retranca.

QUEM É QUEM NA TRUPE:

Tatola Godas › Palmeirense, 52, trabalha como radialista há trinta anos. É vocalista da banda de rock Nem Liminha Ouviu e também apresenta o Show do Tatola, na 89 FM

Dennys Motta › Paulistano, 37, largou a faculdade de direito para trabalhar com música. É sócio de Tatola no food truck Merenda de Rua. Não torce para nenhum clube de futebol

Ricardinho Mendonça › Corintiano e nascido na capital paulista, tem 50 anos e é formado em rádio e TV pela Faap. Trabalha desde 1985 em rádios e teve passagem pela MTV

Angelo Campos › São-paulino, de 39 anos, trabalhou como office boy antes de se formar em publicidade. Passou por rádios, gravadoras e atuava com a promoção de artistas

Fonte: VEJA SÃO PAULO