Cidade

Protesto contra ataques na Faixa de Gaza reúne 500 pessoas no Morumbi

MTST e outros movimentos sociais participam da manifestação neste sábado (19)

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

Diversos movimentos sociais se reúnem neste sábado (19) na frente da Estação Berrini da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) para protestar contra o conflito entre israelenses e palestinos na Faixa de Gaza. A manifestação começou na Avenida Chucri Zaidan, no Morumbi, e segue até a sede do Consulado de Israel, na Rua James Joule, no Brooklin, Zona Sul da capital. 

+ MTST protesta em sede de construtora

De acordo com a Polícia Militar, a passeata começou com 70 pessoas. Com a chegada do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), já soma 500 pessoas por volta das 15h30. Ainda segundo a PM, o "Ato Unificado contra o Genocídio Israelense" não é organizado apenas pelo MTST, mas por uma série de entidades como a Frente em Defesa do Povo Palestino, Fórum Sindical dos Trabalhadores, Conlutas, entre outros. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO