Cidade

Novo protesto de estudantes bloqueia avenidas em Pinheiros

Ato fechou o cruzamento da Avenida Pedroso de Morais com a Rua Teodoro Sampaio por volta das 20h

Por: Mariana Oliveira - Atualizado em

Protesto Estudantes
Contra reorganização: estudantes fecham o cruzamento da Avenida Pedroso de Morais com a Rua Teodoro Sampaio, em Pinheiros (Foto: Nataly Costa)

Uma nova manifestação contra a reorganização da rede estadual de ensino bloqueou ruas de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, nesta segunda (7).

Às 17h, cerca de 100 alunos da Escola Estadual Fernão Dias deixaram a sede do colégio e seguiram até a Avenida Brigadeiro Faria Lima. Às 18h, eles fecharam os dois sentidos da pista no cruzamento com a Avenida Rebouças. Alguns motoristas saíram dos carros para discutir com os manifestantes.

O trânsito na região ficou complicado. A Faria Lima apresentava 1,3 quilômetro de lentidão às 18h30, congestionamento semelhante ao da Rebouças. Na Zona Oeste, o total era de 20 quilômetros de vias paradas.

Por volta das 19h, o grupo subiu pela Rua Teodoro Sampaio e bloqueou o cruzamento desta via com a Avenida Pedroso de Morais, endereço próximo da Escola Estadual Fernão Dias ocupada pelos alunos.

faria-lima
Faria Lima: manifestação bloqueou as duas pistas da via por volta das 18h (Foto: )

Reoganização

Pela manhã, outro protesto de estudantes ocupou duas de três pista da rodovia Raposo Tavares.

Na última sexta-feira (5), o governador Geraldo Alckmin confirmou a revogação do decreto que decidia pela reorganização das escolas em São Paulo. Com isso, 92 colégios paulistas deixam de ser fechados.

Mesmo depois de o governo do Estado adiar a proposta para 2016, os estudantes de escolas ocupadas prometem continuar nas ruas até que o projeto seja totalmente revogado.

Fonte: VEJA SÃO PAULO