Crime

Polícia prende maníaco da seringa

O homem foi detido na plataforma da estação Barra Funda do metrô com 21 seringas em uma sacola

Por: Mariana Zylberkan - Atualizado em

Maníaco da seringa
O suspeito é um morador de rua de 62 anos de idade (Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (20) um morador de rua acusado de atacar uma estudante de 18 anos com uma seringa na estação Paraíso do metrô, em agosto.

Benedito José da Silva, de 62 anos, foi detido na plataforma da estação Barra Funda do metrô, por volta das 18h, com 21 seringas em uma sacola, onde também carregava algumas roupas. As agulhas estavam fechadas e foram coletadas por ele em postos de saúde para tratamento de diabetes, segundo informou à polícia.

+ “Achei que fosse uma abelha”, diz mulher picada por seringa em SP

De acordo com o delegado Nico Gonçalves, o acusado tem problemas mentais. Foi pedido, além da prisão, o encaminhamento para cumprir pena em hospital psiquiátrico. A estudante reconheceu o agressor. 

No últimos três meses, a Polícia Civil registrou 23 boletins de ocorrência de vítimas de ataques com seringa em estações do metrô da cidade. A maioria dos casos ocorreu em horários de pico e nas estações de maior movimento, como Sé e República da Linha 3-Vermelha.

+ Homem é morto pela polícia após manter namorada refém por onze horas

Dos boletins registrados pela Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom), apenas seis vítimas quiseram dar continuidade às investigações e suas queixas se tornaram inquéritos policiais, segundo o delegado Rogério Marques. Em um dos casos, uma mulher chegou a levar aos policiais a agulha que a atingiu e ficou presa em sua roupa.

Fonte: VEJA SÃO PAULO