Mistérios da Cidade

Pitta é preso

Por: Edison Veiga [Camila Antunes e Maria Paola de Salvo] - Atualizado em

Doze anos depois do caso que ficou conhecido como escândalo dos precatórios, o ex-prefeito Celso Pitta e o ex-coordenador da dívida pública Wagner Ramos foram condenados, no último dia 7, a quatro anos e quatro meses de detenção em regime semi-aberto pelos crimes de desvio de verba pública e endividamento do município. Eles foram acusados de causar um prejuízo de 600 milhões de reais à prefeitura. Na semana passada, o Ministério Público Federal recorreu da sentença, com o objetivo de ampliar a pena em mais dez anos. Pitta e Ramos também pretendem recorrer e aguardam a decisão em liberdade. "Nossa expectativa é que os réus sejam condenados ainda por seis falsificações de documentos", afirma o procurador da República André Libonati.

Fonte: VEJA SÃO PAULO