Estrada

Paulistano leva até dez horas para chegar ao Litoral Norte

A tendência é que nesta quarta-feira (31) o tempo seja ainda maior

Por: VEJA SÃO PAULO

Tamoios
Movimento intenso na Tamoios (Foto: Luis Moura/Folhapress)

Dez horas de estrada é o tempo médio que está sendo gasto por quem sai da capital paulista em direção às praias do Litoral Norte de São Paulo durante as festas de fim de ano. A tendência é que nesta quarta-feira (31) o tempo seja ainda maior, já que são esperados milhares de veículos nas estradas que saem de São Paulo para o Réveillon.

O movimento nas rodovias em direção ao Litoral Norte começou a se intensificar no início da tarde desta terça-feira (30) nas rodovias Tamoios, que liga São José dos Campos a Caraguatatuba; e Oswaldo Cruz, que faz a ligação entre Taubaté e Ubatuba. Durante a manhã, os motoristas, porém, não enfrentaram problemas. O movimento na Tamoios era intenso, mas sem lentidão.

+ Motoristas encontram tráfego lento para o litoral sul

O percurso entre São José dos Campos e Caraguatatuba estava sendo feito em pouco mais de duas horas. Em dias normais, o trajeto é percorrido em uma hora. O Departamento de Estradas de Rodagem criou um espaço extra no trecho de serra para possibilitar duas faixas de descida e uma para subida.

Já na rodovia Rio-Santos os visitantes tiveram que tirar da bagagem um pouco de paciência. Somente o trajeto entre Caraguatatuba e Ubatuba, percorrido em média em quarenta minutos em dias normais, estava sendo feito na tarde desta terça-feira entre três e quatro horas.

No trevo de Caraguatatuba, que dá acesso a Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela, o movimento foi intenso durante todo o dia. No trecho paulista da Rio-Santos, entre Bertioga e Ubatuba, há diversos pontos de lentidão, onde não é possível trafegar a mais de 10 quilômetros por hora. Somando as horas de estrada, o paulistano leva até dez horas para chegar à praia.

+ Programe-se: os melhores horários para viajar nos próximos dias

No quilômetro 147, na altura da Praia de Toque Toque Pequeno, em São Sebastião, meia pista está interditada devido às chuvas que atingiram a região há uma semana. Devido ao sistema "siga e pare", há lentidão no trecho durante todo o dia. O problema continuará durante toda a temporada de verão.

Multas

A Polícia Rodoviária Estadual registrou uma média de trinta multas por hora nas estradas que cortam o Vale do Paraíba e o Litoral Norte entre os dias 24 e 28 de dezembro.

Foram aplicadas 3 071 autuações por excesso de velocidade, 159 por ultrapassagem proibida, 280 pela falta do cinto de segurança e 61 por embriaguez. Segundo a corporação, foram registradas três vezes mais multas que no ano passado no mesmo período (Estadão Conteúdo).

Fonte: VEJA SÃO PAULO