Mistérios da Cidade

Parada Migrante reúne grupos de 12 países

Dança e música típica de outras nações estão programados para domingo (5) no Parque do Ibirapuera

Por: Mauricio Xavier [Com reportagem de Carolina Giovanelli, Livia Roncolato e Nathalia Zaccaro] - Atualizado em

Marquise do Ibirapuera - aula de patins
Marquise do Ibirapuera (Foto: Bruna Ribeiro)

Neste domingo (5), a partir das 15 horas, a marquise do Parque do Ibirapuera deixa de abrigar skatistas e patinadores para se tornar palco de apresentações de dança e música típicas de outros países. Em sua primeira edição, a Parada Migrante, organizada pelo Museu da Imigração, reúne coletivos de doze nações. Um dos espetáculos, por exemplo, será do Grupo Folclórico Cultural Kantuta Bolívia, cujos integrantes nativos e descendentes do país latino-americano, vestidos com figurinos caprichados, realizam chutes aéreos, acrobacias e contorcionismos. Abaixo, as maiores comunidades estrangeiras da capital — os números do IBGE de 2010 não incluem descendentes e consideram os residentes fixos na capital.

Parada
(Foto: VEJA SÃO PAULO)

+ Luta é atividade mais procurada em academias 

+ Encontre seus amores breves de metrô

+ Balada móvel: conheça a Bus Party

Fonte: VEJA SÃO PAULO